AveSui
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Bioenergia

Voltalia inicia construção do seu maior projeto solar no mundo

Localizados no Rio Grande do Norte, os projetos Solar Serra do Mel 1 & 2 fazem parte do Cluster Serra Branca, complexo eólico e solar da companhia cujo potencial pode chegar a 2,4 GW

Redação
09-Set-2021 08:13

A Voltalia, empresa produtora de energia renovável e prestadora de serviços, começou a construir neste mês, no Rio Grande do Norte, as usinas Solar Serra do Mel 1 (SSM 1) e Solar Serra do Mel 2 (SSM 2), que, juntas, somam 320 megawatts. As plantas fazem parte do Cluster Serra Branca, maior complexo eólico e solar no mundo, que possui capacidade total de 2,4 GW e conta com diversos parques eólicos em operação e centenas de megawatts em desenvolvimento. A previsão é que o comissionamento ocorra durante o primeiro semestre de 2022.

Serra Branca é um cluster híbrido e está localizado entre os municípios de Areia Branca e Serra do Mel, região conhecida por concentrar ótimas condições eólicas e solares no estado. O objetivo da empresa é maximizar a produção de energia do cluster para desenvolver projetos mais competitivos no mercado. “As duas fontes de energia são complementares, uma vez que a produção eólica ocorre, predominantemente, durante a noite. Com isso, pretendemos aproveitar essa sinergia das fontes, além do compartilhamento da mesma estrutura de escoamento de energia, para desenvolver projetos mais competitivos e rentáveis para o mercado”, afirma Robert Klein, CEO da Voltalia no Brasil.

A Voltalia está oferecendo cursos de capacitação para instalação de placas solares, com o objetivo de qualificar moradores para as obras da companhia, formando, portanto, novos profissionais para o mercado de trabalho. A construção das plantas solares vai gerar centenas de empregos diretos e indiretos, o que irá fomentar a empregabilidade na região. “Acreditamos que estamos deixando mais um legado importante para comunidade ao estimularmos a geração de empregos e a qualificação profissional dos moradores”, acrescentou Robert Klein.

O projeto SSM 1 e SSM 2 possui cinco contratos privados de venda de energia de longo prazo firmados, incluindo clientes como Copel e Braskem.

O Cluster não é o primeiro projeto híbrido da empresa no Brasil. A Voltalia possui ainda, no sistema isolado do Oiapoque, no Amapá, uma usina solar (4 MW) e uma térmica (12 MW). A usina fotovoltaica foi instalada em 2017 e ocupa uma área de 70 mil m².

Assuntos do Momento

Maior produtor do país na área, RN vai estocar energia eólica
24 de Setembro de 2021
Bioenergia

Maior produtor do país na área, RN vai estocar energia eólica

Empresa EV Brasil assinou protocolo com governo do estado para instalar primeiro projeto do tipo no país, nesta terça-feira (21). Investimento inicial é de R$ 12,5 milhões.

Na ONU, Bolsonaro destaca compromisso com transição energética e matriz brasileira
24 de Setembro de 2021
Compromisso

Na ONU, Bolsonaro destaca compromisso com transição energética e matriz brasileira

Presidente citou compromisso com dois pactos, um para reduzir emissões de carbono e outro para financiar o setor de hidrogênio, e disse que país é destaque na implementação de soluções energéticas sustentáveis

Alta do gás pode abalar transição verde na UE
23 de Setembro de 2021
Meio Ambiente

Alta do gás pode abalar transição verde na UE

Há o temor de que a crise energética tenha impacto sobre a crença no investimento em fontes mais limpas

Água da louça para regar plantação: ciência dá alternativas para agricultura sobreviver com seca e crise hídrica
24 de Setembro de 2021
Alternativa

Água da louça para regar plantação: ciência dá alternativas para agricultura sobreviver com seca e crise hídrica

Bioágua é feita a partir da filtragem das chamadas águas cinzas. Combinação entre diferentes fontes é a solução para pesquisadores, que também apostam no uso da água subterrânea.

BRF conquista certificado de Zero Waste para fábrica de perus na Turquia
24 de Setembro de 2021
Certificado

BRF conquista certificado de Zero Waste para fábrica de perus na Turquia

Documento atesta conformidade da Companhia ao Regulamento turco de Resíduos Zero

Alemanha deve acabar com uso de óleo de palma em biocombustíveis a partir de 2023
24 de Setembro de 2021
Biocombustível

Alemanha deve acabar com uso de óleo de palma em biocombustíveis a partir de 2023

Matéria-prima foi classificada pelo bloco como fator que resulta em desmatamento excessivo e não pode mais ser considerada um combustível renovável para transporte.

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade