AveSui
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Sustentabilidade

Volkswagen fecha parceria com o BNDES para uso de energia renovável na indústria automotiva brasileira

Pensando na redução de CO2 na indústria automotiva, a Volkswagen fechou uma parceria com o BNDES para a utilização da energia renovável no setor

Redação com informações de Click Petróleo e Gás
10-Nov-2021 13:50 - Atualizado em 11/11/2021 10:23

Em mais uma iniciativa voltada para o processo de descarbonização da indústria automotiva, a Volkswagen do Brasil, anunciou a assinatura de um protocolo de intenções com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), onde está previsto o apoio financeiro para pesquisas sobres soluções tecnológicas sustentáveis com base na utilização de energia renovável.

A assinatura se trata de um acordo que conta com esforços conjuntos para o fortalecimento do apoio à inovação, exportação e inserção internacional, desenvolvimento da cadeia de produção, assim como o aperfeiçoamento de instrumentos financeiros.

De acordo com Pablo Di Si, CEO e presidente da Volkswagen na América Latina, este é mais um acordo relevante em energia renovável para a Volkswagen do Brasil e que está de acordo com a estratégia global Way To Zero, rumo a uma indústria automotiva neutra de carbono. O acordo com o BNDES proporcionará benefícios ambientais, econômicos, e sociais, incentivando a pesquisa e a criação de uma tecnologia brasileira, tornando as empresas aptas a compartilhar tal conhecimento futuramente.

Pablo destaca que a Volkswagen terá todo o subsídio técnico para avançar em seu Centro de Pesquisa & Desenvolvimento em biocombustíveis como, por exemplo, o etanol. Além disso, o BNDES será um aliado essencial para ajudar a empresa da indústria automotiva a construir uma agenda positiva com os órgãos do governo.

Novos empregos na indústria automotiva
No comunicado, a Volkswagen destacou que o complexo automotivo nacional gera empregos a cerca de 1,3 milhão de pessoas, com salários acima da média nacional. Ao incorporar novas tecnologias de energia renovável para a indústria automotiva, o parque produtivo brasileiro tem a missão de manter sua competitividade internacional e sua relevância.

Os eixos do acordo discutem a missão de longo prazo do BNDES no quesito de apoio à inovação e às pequenas e médias empresas, principalmente da cadeia produtiva do setor e também promoção de desenvolvimento sustentável. De acordo com o diretor de Crédito Produtivo e Socioambiental do BNDES, Bruno Aranha, a descarbonização veicular, principalmente pela bioeletrificação, compõe a agenda ASG do Banco, que foca na neutralidade de emissões do país.

A parceria entre a Volkswagen e o BNDES almeja conseguir oportunidades de criação de tecnologia local, geração de emprego qualificado e sustentável, fortalecimento e modernização da cadeia produtiva, e também uma inserção global no mercado de forma competitiva.

Volkswagen trabalha para um futuro sustentável dentro do setor automotivo

Além desta nova parceria com o BNDES, a marca alemã também atua em diversas frentes com foco na energia renovável. Se tratando diretamente da mobilidade elétrica, a Volkswagen anunciou uma parceria com a Shell para a criação de uma rede de carregamento para carros elétricos no país.

Além disso, a marca se prepara para lançar os elétricos ID.3 e ID.4 no Brasil. Estes serão os primeiros carros neutros em emissões da marca no país, sendo que o SUV elétrico está sendo apresentado no São Paulo Boat Show, evento que ocorre até o dia 9 de novembro.

 

Assuntos do Momento

Fontes solar e eólica terão mais espaço na geração de energia do Brasil
25 de Janeiro de 2022
Fonte Renovável

Fontes solar e eólica terão mais espaço na geração de energia do Brasil

As informações constam na minuta do Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE) 2031, que foi colocada em consulta pública nesta segunda-feira (24/01).

UEMS/Mundo Novo tem projeto de R$ 674 mil aprovado no edital MS Carbono Neutro
24 de Janeiro de 2022
Biometano

UEMS/Mundo Novo tem projeto de R$ 674 mil aprovado no edital MS Carbono Neutro

O projeto, que será coordenado pelo professor Dr. Leandro Fleck, obteve nota final de 9,70 e garantiu a maior pontuação dentre todas as propostas aprovadas, além disso teve o segundo maior recurso financeiro obtido

Veja quais são os tipos de energia renovável usados no Brasil
20 de Janeiro de 2022
Brasil

Veja quais são os tipos de energia renovável usados no Brasil

Uso de energias como a solar e a eólica ganharam forçam em meio ao combate às mudanças climáticas

USDA lança programa piloto para implantar infraestrutura de energia renovável para pessoas em cidades rurais
19 de Janeiro de 2022
EUA

USDA lança programa piloto para implantar infraestrutura de energia renovável para pessoas em cidades rurais

O financiamento ajudará as pessoas em comunidades rurais particularmente carentes a reduzir os custos de energia, aumentar a resiliência energética e enfrentar as mudanças climáticas

Assinantes de energia solar adotam dispositivo de inteligência artificial para evitar desperdício e reduzir consumo
24 de Janeiro de 2022
Tecnologia

Assinantes de energia solar adotam dispositivo de inteligência artificial para evitar desperdício e reduzir consumo

Tecnologia já é utilizada em várias residências e empresas do Interior de SP e ajuda a reduzir em cerca de 15% consumo de eletricidade

Gás Natural catarinense tem crescimento recorde em 2021
24 de Janeiro de 2022
Biocombustível

Gás Natural catarinense tem crescimento recorde em 2021

Ao todo, Santa Catarina concentra 18.634 clientes diretos, entre indústrias, unidades residenciais, estabelecimentos comerciais e postos de combustíveis, além dos 112.353 usuários de GNV (Gás Natural Veicular)

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade