AveSui
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Energia Alternativa

Top 5 - Fontes limpas de energia

Terrra
21-Jan-2013 11:51 - Atualizado em 20/04/2016 14:43

As energias renováveis e não poluentes ganham importância quando se busca fontes alternativas.

O aumento da demanda de energia e o aquecimento global levaram os países a buscar alternativas menos poluentes e renováveis para a produção de energia. Nessa corrida, as alternativas já conhecidas ganharam mais evidência, passaram a receber mais investimentos e a ser vistas como prioridade por muitos governos.

A produção de energia elétrica no Brasil concentra-se nas hidrelétricas, que correspondem a aproximadamente 70% de toda a capacidade instalada do país, que é de 115 mil megawatts (MW). São 929 usinas hidrelétricas em operação com capacidade de gerar 81,4 mil MW. A segunda maior fonte de energia do país é a termelétrica, que representa pouco mais de 28% da capacidade instalada, sendo 11,4% de térmicas a gás; 7,3% de térmicas a biomassa; 1,7% de térmicas nucleares e 1,7% de térmicas a carvão mineral. Já a fonte eólica corresponde a 1%.

1. Solar
O aproveitamento dos raios solares para a geração de energia é uma das formas menos nocivas ao meio ambiente. Geralmente quando se fala em energia solar, vem à mente as placas que captam os raios do sol para transformá-los em energia elétrica. No entanto, o Sol pode oferecer mais do que isso. A radiação solar pode ser utilizada também como fonte de energia térmica.

O Brasil se beneficia, principalmente, do sistema de coletores solares (no país já há mais de 500 mil instalados). Na Alemanha, a produção de energia solar está em franca ascensão. Somente no ano de 2012, cerca de 1,3 milhão de sistemas fotovoltaicos produziram 28 bilhões de quilowatt-hora (kWh), fornecendo energia elétrica para 8 milhões de casas.

Segundo dados da Associação da Indústria Solar Alemã (BSW, na sigla em alemão), esses números demonstram um aumento de 45% na produção de energia elétrica através das placas fotovoltaicas, em comparação com o ano de 2011.

2. Eólica
Esta também é considerada uma das fontes mais limpas para a produção de energia. Neste processo, aerogeradores transformam a força motriz gerada pela rotação de enormes hélices movimentadas pelo vento.

A importância da energia eólica cresce rapidamente em todo o mundo. Na Espanha e na Dinamarca, o vento é a fonte de 20% da eletricidade. Na Alemanha, essa percentagem é de 10% e, segundo os prognósticos, até 2020, será de 20% a 25%.

A China é o maior produtor mundial de energia eólica. Em 2011, os mais de 80 parques eólicos do país geravam 62GW. Já o Brasil tem uma capacidade de 2.4GW instalada, suficiente para abastecer quatro milhões de residências, segundo dados da Associação Brasileira de Energia Eólica.

3. Biomassa
Esta energia é oriunda do aproveitamento de material orgânico animal ou vegetal. O processo utiliza resíduos industriais, agrícolas e urbanos além do cultivo especialmente para a obtenção da biomassa. Esse material pode ser queimado para a obtenção de energia térmica ou sofrer processos físico-químicos e até mesmo bioquímicos, gerando combustíveis líquidos ou gasosos.

As principais fontes de biomassa são de cultivo agrícola e de origem vegetal. Um exemplo agrícola é o bagaço da cana-de-açúcar, que após gerar o etanol ainda pode ser aproveitado para gerar energia. Outros resíduos, como a casca do arroz e da castanha, podem voltar ao solo para enriquecê-lo com nutrientes e servir para o plantio de outros vegetais. Já a biomassa de origem vegetal leva em consideração principalmente os resíduos de atividade florestal.

Este tipo de energia não é dos mais eficientes devido aos seus impactos ambientais. A combustão desse material acaba poluindo o ar, e seus processos químicos podem prejudicar o solo.

Hoje o Brasil tem instalada uma capacidade de 8,7GW, o que faz do país o líder mundial na área.

4. Geotérmica
Esta fonte de energia utiliza material do centro da Terra. Os recursos geotérmicos são o vapor e água e pedras quentes, que têm alta temperatura por estarem mais próximos do magma. Este calor é retirado e transformado em energia térmica ou elétrica nas usinas.

Os países que produzem a maior parte de eletricidade em reservatórios geotérmicos são os Estados Unidos, a Nova Zelândia, a Itália, a Islândia, o México, as Filipinas, a Indonésia e o Japão.

5. Hidrelétrica
A energia gerada nas usinas hidrelétricas é a mais comum no Brasil. Aqui a força das águas move uma turbina e esta força acumulada é transformada em energia elétrica. A fonte é renovável, pois a água não é perdida, no entanto a construção de uma usina hidrelétrica pode causar um grande impacto ambiental.

A maior usina hidrelétrica do país continuará sendo Itaipu, com 20 unidades geradoras de 700 MW cada, totalizando 14 mil MW. O Brasil é um dos cinco maiores produtores mundiais de geração hidrelétrica, junto com Canadá, China, Estados Unidos e Rússia.

Assuntos do Momento

Empresa de alimentos investe R$ 150 milhões em usina de geração de energia com biomassa
01 de Dezembro de 2021
Debêntures verdes

Empresa de alimentos investe R$ 150 milhões em usina de geração de energia com biomassa

Unidade vai gerar energia térmica a partir da palha do arroz; empresa criou uma nova subsidiária, a Camil Energia Renovável

Mercado de startups no Brasil cresce quase 30% no setor de energia
03 de Dezembro de 2021
Expansão

Mercado de startups no Brasil cresce quase 30% no setor de energia

Amazonas, Ceará, Distrito Federal, São Paulo e Santa Catarina são os Estados com mais startups voltadas ao setor de energia no país

ABiogás anuncia certificado de biometano e destaca a inauguração de 45 novas usinas em 2021
29 de Novembro de 2021
Descarbonizar

ABiogás anuncia certificado de biometano e destaca a inauguração de 45 novas usinas em 2021

Outro destaque foi a apresentação do Fundo Garantidor do Biogás, primeiro fundo com foco ambiental no Brasil, lançado em setembro pelo The Lab junto com a ABiogás

Relator propõe repasse de 80% dos Créditos de Descarbonização a produtor de biomassa
02 de Dezembro de 2021
Reivindicação

Relator propõe repasse de 80% dos Créditos de Descarbonização a produtor de biomassa

Deputado José Mário Schreiner (DEM-GO) também propõe que produtores rurais tenham o mesmo regime tributário dos produtores de biocombustível

Estudo da CCEE revela que estado de São Paulo tem mais de 17,5 mil unidades consumidoras que já poderiam migrar para o mercado livre de energia
30 de Novembro de 2021
Energia Renovável

Estudo da CCEE revela que estado de São Paulo tem mais de 17,5 mil unidades consumidoras que já poderiam migrar para o mercado livre de energia

São empresas de grande e médio porte como indústrias e shoppings que ainda são abastecidas pelo mercado regulado e que hoje possuem, sozinhas ou em comunhão, carga superior a 500 kW

Disponible en español Disponible en español
Energias renováveis batem recorde mundial, mas ainda não são suficientes
01 de Dezembro de 2021
Carbono Neutro

Energias renováveis batem recorde mundial, mas ainda não são suficientes

Um estudo divulgado pela Agência Internacional de Energia indica que, apesar do recorde batido, o ritmo ainda é insuficiente para colocar o planeta no caminho da neutralidade de carbono

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade