AveSui 2020
27-Mar-2020 11:19
Potencial

Sul do estado cearense tem capacidade para geração de 28,8 mil MW de energia solar e eólica

Segundo Atlas Eólico e Solar do estado, região tem uma capacidade aproximada de 2,38 mil quilômetros quadrados aptos para exploração das fontes

A região Sul Cearense, que inclui o Cariri, tem uma capacidade aproximada de 2,38 mil quilômetros quadrados prontos para exploração de energia solar e eólica, totalizando 28,8 mil megawatts (MW) de capacidade instalável na área. Os dados são da Atlas Eólico e Solar do Estado.

No total, o Ceará possui 10,9 mil quilômetros quadrados de área hábil para geração de energia renovável, que representa 137 mil MW. Nesse caminho, a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) e o Sindicato das Indústrias de Energia e de Serviços do Setor Elétrico do Estado do Ceará (Sindienergia-CE) organizaram a segunda edição do ‘Energia em Pauta’, em Juazeiro do Norte, expondo aos participantes a funcionalidade do mercado livre de energia e também da geração distribuída.

O coordenador do Núcleo de Energia da Fiec, Joaquim Rolim, destaca que a região do Cariri, na área urbana, tem ótimo potencial para energia solar. Enquanto na Chapada do Araripe pode ser explorado tanto o potencial solar quanto o eólico. “Observamos, também, um crescimento da Região, uma vez que nos últimos leilões de energia, tivemos projetos aprovados. Há usinas sendo planejadas em Milagres e Mauriti”, aponta.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) Juazeiro do Norte já é o terceiro município do Ceará com mais unidades consumidoras de geração distribuída, totalizando 326 unidades com 5,2 mil KW. Crato também está entre os dez municípios do Ceará, com 110 unidades consumidoras e pouco mais de 1 mil KW instalados.

Benildo Aguiar, presidente do Sindienergia-CE e diretor da Fiec, lembra que, por ter uma economia pujante, o Cariri tem excelentes condições de despontar no segmento de energias renováveis, por ter uma economia forte. Segundo Benildo Aguiar, presidente do Sindienergia-CE e diretor da Fiec, apenas em Juazeiro do Norte há cerca de 30 empresas de instalação de placas fotovoltaicas.

“O potencial daqui e da região é excelente e queremos consolidar o sindicato em Juazeiro do Norte para a gente conseguir trazer mais negócios, envolvendo as indústrias e comércios”, reforça.

Portal Solar
Deixe seu Recado