Guia Gessulli
21-Jun-2018 13:08
Brasileiro

Schneider Electric anuncia novo presidente no Brasil

Marcos Matias, que entrou na companhia como estagiário e ocupava a presidência da Zona Andina,assume o desafio de liderar a subsidiária brasileira 

A Schneider Electric, líder global na transformação digital em gestão da energia elétrica e automação, anuncia o novo CEO para o Brasil. O engenheiro Marcos Alvarenga Matias, 47 anos, deixa a presidência da Zona Andina e assume o comando da subsidiária brasileira, reportando-se a Tania Cosentino, presidente da empresa para América do Sul.

Matias ingressou na companhia em 1989 como estagiário em Projetos. Engajado e com forte orientação para resultado, ascendeu: passou por cargos de gerência, diretoria e vice-presidência em áreas variadas – Produtos, Marketing, Comercial Contas Estratégicas, Serviços e Industrial – até se tornar, em 2012, presidente da Zona Andina, que compreende Colômbia, Equador, Venezuela, Peru e Bolívia.

Engenheiro eletroeletrônico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (São Paulo), com MBA em Marketing pelo Ibmec (São Paulo) e formação no Senior Executive Program da IESE Business School de Nova York (Estados Unidos), além do histórico profissional de peso, Marcos Matias chega ao posto máximo da empresa brasileira com motivação e novas ideias. “O Brasil representa um imenso potencial. Mais do que tendência, a transformação digital já é uma realidade. Setores diversos, como energia, alimentos e bebidas e até agronegócio, têm aderido à Indústria 4.0, com aumento de produtividade e redução de custos”, declara.

Cleber Morais, que ocupava o cargo desde fevereiro de 2016, parte para novos desafios profissionais com a certeza de ter contribuído para a evolução da empresa. “No período em que esteve à frente da operação brasileira, Cleber promoveu o lançamento do EcoStruxure, nossa plataforma e arquitetura de sistema aberta, interoperável e habilitada para IoT. Agora, com entusiasmo, damos boas-vindas ao Marcos, que há anos vem demonstrando profissionalismo e competência na condução dos negócios e que já era nome forte no plano de sucessão da liderança da companhia”, afirma Tania Cosentino.

Ascom
Deixe seu Recado