AveSui2021
19-Out-2020 08:14
Investimentos

Raízen inaugura planta de biogás e amplia seu portfólio de energia renovável

Com capacidade instalada de 21 MW, unidade no interior de São Paulo produzirá energia elétrica por meio de vinhaça e torta de filtro, subprodutos da cana-de-açúcar

A Raízen, empresa integrada de energia, inaugurou nesta sexta-feira (16/10) sua primeira planta de biogás. O empreendimento, localizado no município de Guariba (SP), é uma das maiores plantas de biogás do mundo, com 21 MW de capacidade instalada. O projeto teve sua construção iniciada em 2018 e reforça o compromisso da companhia com a transição energética, investindo em um portfólio cada vez mais renovável e sustentável. A cerimônia contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, entre outras autoridades.

O empreendimento é fruto de uma joint venture entre a Raízen e a Geo Energética, e tem foco na produção de biogás a partir de subprodutos do processo produtivo do etanol e açúcar, aproveitando sua localização estratégica junto à unidade Bonfim, que processa aproximadamente 5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano. A planta de biogás operará durante todo o ano, produzindo energia durante a safra a partir do processamento da vinhaça, e, na entressafra, a partir do processamento da torta de filtro. A produção anual da planta será de 138 mil MWh/ano, o suficiente para abastecer, por exemplo, a cidade de Araraquara, no interior paulista.

Referência na produção de biocombustíveis e bioenergia a partir da cana-de-açúcar, com a operação da planta de biogás a Raízen consolida sua estratégia no mercado de crescimento em energia renovável e sua posição de liderança na transição energética. O projeto valoriza os subprodutos agroindustriais, fortalecendo a prática de economia circular já adotada nos processos produtivos da empresa.

"Este é um momento marcante para a Raízen, que já é referência no etanol, na cogeração de bioenergia e no etanol de segunda geração. Estamos entregando tecnologia aliada à sustentabilidade por meio de uma das maiores plantas de biogás do mundo a partir de subprodutos do processo industrial do açúcar e etanol. Esta é mais uma contribuição relevante para a eficiência energética em toda a cadeia e para uma matriz cada vez mais sustentável", afirma Ricardo Mussa, presidente da Raízen.

Dos 138 mil MWh por ano de energia gerada, 96 mil MWh serão vendidos dentro de um contrato negociado em leilão de 2016 no qual a Raízen foi a vencedora. O valor excedente de energia poderá ser negociado no mercado livre ou outros contratos.

O CEO da Geo Energética e presidente do Conselho da Abiogás, Alessandro Gardeman, destaca que a energia gerada por biogás pode ser produzida durante o ano inteiro, o que oferece estabilidade energética para o sistema elétrico nacional e impacta o desenvolvimento econômico do País de maneira sustentável. "Com esse empreendimento, intensificamos esforços e colaboração para produzir biogás a partir do reaproveitamento de resíduos com objetivo de entregar uma energia limpa, renovável e com um potencial de desenvolvimento contínuo".


Sobre a Raízen

Somos a Raízen - uma empresa integrada de energia referência em biocombustíveis. Atuamos em toda a cadeia produtiva da cana, até comercialização, logística e distribuição de combustíveis. Nossa energia é essencial para mobilizar pessoas e potencializar negócios, por isso, além de entregar a energia que o mercado precisa hoje, investimos em soluções que contribuam para a agenda global de transição energética de forma gradual e sustentável.
É por isso que somos líderes na produção de biocombustíveis e bioeletricidade a partir da cana, e seguimos investindo na ampliação do nosso portfólio em fontes renováveis, como o etanol de segunda geração (E2G), o biogás, a biomassa e a geração de energia solar.

Somos grandes - temos um time de 29 mil funcionários, operamos 26 unidades de produção de açúcar, etanol e bioenergia - e uma planta de etanol 2G - com capacidade instalada para moagem de 73 milhões de toneladas de cana, que produziram, na safra 19´20, cerca de 2,5 bilhões de litros de etanol e 3,8 milhões de toneladas de açúcar. Contamos com 860 mil hectares de áreas agrícolas cultivadas com tecnologia de ponta, com colheita 100% mecanizada. Temos capacidade instalada de cerca de 1GW para geração de energia e produzimos, na última safra, 2,1 TWh de energia elétrica a partir da biomassa da cana. No mercado livre de energia, em uma JV com a WX Energy, comercializamos cerca de 26,9 TWh de energia na safra 19´20, reforçando nossa atuação em trading no mercado livre de energia.

Com uma rede de revendedores de mais de 7.300 postos da marca Shell, no Brasil e na Argentina, temos presença e proximidade para entregar a energia que nossos clientes precisam. E por meio do Grupo NÓS (JV com a Femsa), atuamos no varejo com mais de 1.000 lojas de conveniência Shell Select nos postos, e com as lojas de proximidade OXXO, marca já consolidada na América Latina. Nos segmentos B2B e varejo, comercializamos, no ciclo 19´20, aproximadamente 27,1 bilhões de litros de combustíveis, operando em todas as regiões do Brasil por meio de 67 bases de abastecimento em aeroportos e 67 terminais de distribuição de combustíveis. Na Argentina, onde atuamos com a marca Shell desde 2018, comercializamos no último ciclo 6,1 bilhões de litros de combustíveis, contando uma rede de cerca de 730 postos Shell, uma refinaria, uma planta de lubrificantes, quatro terminais terrestres e duas bases de abastecimento em aeroportos.

Estamos entre as maiores empresas em faturamento no Brasil, com R$ 120,6 bilhões, na safra 19´20. Geramos emprego e renda, dinamizando a economia, e investimos em ações de responsabilidade social, apoiando diversos projetos e, por meio da Fundação Raízen, oferecemos a jovens uma formação complementar à educação regular, impulsionando pessoas em situação de vulnerabilidade social a se descobrirem profissionalmente e protagonizarem seus próprios caminhos. Também trabalhamos no desenvolvimento de cooperação com as comunidades vizinhas às nossas operações - por meio destes trabalhos, beneficiamos mais de 1.700 alunos e mais 3 milhões de pessoas na safra 19'20, oferecendo qualificação profissional, educação e consciência cidadã.

Redação
Deixe seu Recado