AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Educação

Projetos do Inova SENAI geram benefícios econômicos, sociais e ambientais

O Barriga Verde
21-Nov-2011 08:58 - Atualizado em 20/04/2016 14:42

O SENAI/SC expôs nos dias 17 e 18 de novembro, na sede do Sistema FIESC, os projetos vencedores da Mostra Inova SENAI 2011. O estímulo à criatividade é um dos fundamentos do modelo pedagógico da entidade e que ajuda a elevar o grau de empregabilidade dos estudantes da instituição(92%).

A inovação é uma atitude que o mercado de trabalho espera dos profissionais e que ajuda as empresas a ganharem competitividade. Os vencedores classificaram-se para a etapa nacional, que será realizada em 2012.

Os projetos apresentam benefícios econômicos (para a indústria e para o consumidor), sociais e ambientais. O iogurte de beterraba com limão, vencedor na categoria alunos, é alternativa para a indústria de lacticínios. É saboroso e nutritivo, pois contém o ferro e a vitamina C do limão, que estabiliza a reposição do ferro.

Segundo colocado na categoria alunos, o queijo Petit Suisse é feito com proteínas do soro do leite, utilizando matérias-primas antes rejeitadas - o soro do leite ainda é um sub-produto, com frequência destinado à alimentação animal. A indústria pode reduzir preços ao consumidor, sem que seus produtos percam qualidade e sabor.

O sistema de gestão de estoque compatível com dispositivos móveis, terceiro colocado entre os projetos de alunos, permite o monitoramento dos estoques por celular, por exemplo. É uma alternativa que permite mais agilidade às pessoas, inclusive micro e pequenos empresários.

A máquina classificadora de frutas, projeto vencedor na categoria docentes, agrega valor ao trabalho do agricultor. Hoje os produtores colhem e vendem as frutas em sacas, sem classificá-las por tamanho. A máquina permite a classificação diretamente no pomar, na colheita e de maneira automatizada. A perspectiva é de que o agricultor agregue valor e tenha maior rendimento ao vender frutas já encaixotadas e separadas. Estudos mostram que 30% das frutas no Brasil são perdidas por problemas de manuseio e transporte. Se a perda se reduzir, ganham o agricultor e o consumidor.

O espectrofotômetro supre uma lacuna do mercado de equipamentos que identificam e medem a existência de substâncias químicas na água e em outros líquidos e gases. Hoje existem duas alternativas: fotômetros ou espectrofotômetros.

Os fotômetros usam a tecnologia de LEDs, são baratos e fáceis de transportar e manusear e podem ser utilizados em inúmeras análises químicas, mas sem muita precisão, pois os resultados intermediários ficam imprecisos. Como utilizam um prisma para decompor a luz, os espectrofotômetros mostram esses resultados intermediários, mas são caros, de difícil transporte e frágeis.

A solução encontrada pelos professores do SENAI em Florianópolis é um equipamento de baixo custo, que permite a mobilidade e a medição in loco.

Granja São Roque de Videira não vende mais somente suínos. Ela se tornou a primeira empresa do estado (e primeira granja de suínos do pais) a vender energia elétrica no modelo de cogeração e a primeira empresa do estado a vender créditos de carbono. Isso foi possível graças a um sistema desenvolvido pelos docentes do SENAI de Florianópolis e que calcula produção, consumo e excedente de energia elétrica obtida com o biogás.

A produção de energia elétrica a partir gás metano do esterco de porco é discutida há muitos anos no Brasil, mas o sistema desenvolvido pelo SENAI oferece viabilidade econômica à proposta.

Os exemplos mostram que as inovações desenvolvidas por alunos e professores estão alinhadas à proposta do Sistema FIESC, de ampliar a competitividade da indústria catarinense.

Classificação final da etapa estadual do Inova SENAI

Categoria Alunos
1º - Iogurte de beterraba com limão - Chapecó
2º - Elaboração de queijo tipo Petit Suisse a partir de proteínas do soro do leite - Chapecó
3º - Sistema de gestão de estoque compatível com dispositivos móveis - Tijucas

Categoria Docentes
1º - Classificadora de frutas acoplável aos tratores - Luzerna
2º - Espectrofotômetro portátil para análises químicas e biológicas - Florianópolis
3º - Eficiência na geração de energia com biogás em uma granja de suínos (localizada em Videira) - Florianópolis

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade