AveSui2021
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Inovação

Projeto BiogásFORT® da Embrapa Suínos e Aves é premiado pelo Ministério do Meio Ambiente

Projeto foi reconhecido como uma das melhores práticas de sustentabilidade do país na oitava edição do Prêmio A3P

Redação
18-Dez-2020 11:42

biomassa, fotos atualizadas , Lucas Scherer
Unidade de Produção de Biometano da Embrapa Suínos e AvesLucas Scherer

O projeto BiogásFORT®: Inovação energética para agregação de valor de resíduos por meio da mobilidade com biometano, da Embrapa Suínos e Aves, foi reconhecido como uma das melhores práticas de sustentabilidade do país na oitava edição do Prêmio A3P (Agenda Ambiental na Administração Pública) promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). O BiogásFORT® ficou em terceiro lugar na categoria “Uso sustentável dos recursos naturais”. Em segundo lugar, foi escolhido o “Bosque da Justiça”, do Tribunal de Justiça do Estado do Acre. O vencedor foi o Instituto Federal de Santa Catarina - Campus Gaspar, com “Protagonismo jovem: a pesquisa como ferramenta para uma formação cidadã”. A cerimônia na manhã de quinta-feira (17) foi realizada de maneira on-line devido à pandemia causada pelo coronavírus e pode ser assistida na íntegra no canal do MMA no YouTube, no endereço https://youtu.be/NeTJG7Waef8.

AveSui2021_dentro

O BiogásFORT® foi lançado em outubro de 2018 durante solenidade em comemoração aos 43 anos da Embrapa Suínos e Aves. A Unidade de Produção de Biometano aproveita o biogás gerado a partir dos dejetos suínos das granjas como combustível veicular. O BiogásFORT® fornece combustível para o veículo que atende as demandas externas da Embrapa Suínos e Aves na cidade. A tecnologia é semelhante à usada em veículos movidos a GNV.

A Unidade de Produção de Biometano da Embrapa Suínos e Aves é a primeira em Santa Catarina e uma das primeiras no Brasil nesta escala. A produção é feita a partir dos dejetos suínos gerados nas granjas da Unidade e passam pela Estação de Tratamento de Dejetos Suínos - ETDS. O diferencial também está em um biofiltro, que faz o processo de purificação. O processo de biofiltragem, que remove enxofre do biogás, foi resultado de pesquisas anteriores com o apoio da Eletrosul.

De acordo com o pesquisador Airton Kunz, chefe de pesquisa e desenvolvimento, o biometano apresenta a vantagem de ser um combustível gerado a partir de fonte renovável, substituindo a fonte fóssil. “O Brasil assumiu metas de redução do uso de fontes fósseis. E apresentar alternativas para isso é um dos compromissos da Embrapa”, diz. Ainda de acordo com ele, a não emissão de metano diretamente ao ambiente reduz o efeito estufa.

O processo segue regulamentações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e atende diversos compromissos com a produção de energia a partir de fontes renováveis. Um deles está vinculado ao Objetivo de Desenvolvimento Estratégico - ODS 7 - Energia Limpa e Acessível.

AveSui2021_dentro

O projeto executivo da Unidade de Produção de Biometano da Embrapa Suínos e Aves tem a parceria da Janus & Perguer e Kemia.

Outras categorias – Também foram classificadas as outras 12 instituições finalistas nas categorias: “Inovação na Gestão Pública”, “Gestão de Resíduos”, “Destaque da Rede A3P” e “Categoria Especial: Combate ao Lixo no Mar”.

O Prêmio A3P tem por finalidade reconhecer o mérito das iniciativas dos órgãos e instituições do setor público na promoção e na prática da A3P, de maneira a identificar e reconhecer as iniciativas implementadas no âmbito da administração pública que contribuam para a sustentabilidade; estimular a implementação de iniciativas inovadoras de gestão socioambiental que contribuam para a melhoria do ambiente organizacional e do meio ambiente; compartilhar informações que sirvam de inspiração ou referência para iniciativas de outras instituições; e encorajar e recompensar as instituições que possuem compromisso com a implementação da A3P.

Todos os finalistas passaram por um processo de vistoria técnica entre março e setembro para atestar a conformidade das ações desenvolvidas nos diferentes projetos. Com o uso de ferramentas digitais, estima-se que houve uma economia de pelo menos R$ 10 mil com despesas referentes a diárias, passagens aéreas e deslocamentos terrestres, bem como se evitou a emissão de cerca de 4 toneladas de CO2. A utilização de novas tecnologias para a realização das vistorias está alinhada com as premissas e diretrizes da A3P.

 

Assuntos do Momento

Avança a cooperação técnica entre a Castrolanda e as Nações Unidas
14 de Janeiro de 2021
Energia limpa

Avança a cooperação técnica entre a Castrolanda e as Nações Unidas

Cooperativa, através do Setor de Energia, tem buscado alternativas sustentáveis com relação ao desenvolvimento do biogás em suas regiões de atuação.

Governo vai lançar plano para incentivar fontes alternativas de energia no campo
18 de Janeiro de 2021
Incentivo

Governo vai lançar plano para incentivar fontes alternativas de energia no campo

Uso do biogás e energia solar serão estimulados para reduzir passivo ambiental e custos dos produtores

AveSui2021_dentro
Nordex fecha venda de turbinas para parque eólico da Statkraft no Brasil
14 de Janeiro de 2021
Energia eólica

Nordex fecha venda de turbinas para parque eólico da Statkraft no Brasil

A Nordex disse que o negócio fechado junto à Statkraft envolverá turbinas eólicas de seu modelo N163/5.X que somarão capacidade total de 518,7 megawatts.

Siemens Gamesa e Siemens Energy inauguram uma nova era de produção offshore de hidrogênio verde
14 de Janeiro de 2021
Hidrogênio Verde

Siemens Gamesa e Siemens Energy inauguram uma nova era de produção offshore de hidrogênio verde

Iniciativa representa um passo importante para desenvolver um sistema em escala industrial capaz de produzir hidrogênio verde a partir de ventos offshore

ENGIE inicia implantação de Conjunto Eólico no Rio Grande do Norte
18 de Janeiro de 2021
Eólica

ENGIE inicia implantação de Conjunto Eólico no Rio Grande do Norte

O Conjunto Eólico Santo Agostinho tem investimento previsto da ordem de R$ 2,2 bilhões

Estudantes brasileiros desenvolvem app voltado à redução de emissão de carbono
18 de Janeiro de 2021
Inovação

Estudantes brasileiros desenvolvem app voltado à redução de emissão de carbono

Tecnologia brasileira é uma das finalistas do desafio Nasa Space Apps Challenge, competição da agência espacial americana para tecnologia e inovação

Mais assuntos do momento