AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Bioeste

Projeto apresenta resultados de pesquisas com eucaliptos para geração de energia

O projeto Bioeste foi criado para dar bases mais sólidas ao plantio de árvores para a produção de energia no Oeste do Paraná. 

Redação
08-Abr-2019 09:11 - Atualizado em 08/04/2019 10:51

Na próxima quarta-feira (10/04), acontece em Palotina/PR, o dia de campo “Plantios com diferentes cultivares de eucalipto para energia no Oeste do Paraná”. O evento começa no auditório da Universidade C.Vale, com palestras sobre resultados de pesquisa, e segue para a Fazenda Piquiri, onde os participantes vão visitar os testes com diferentes cultivares de eucalipto.

As palestras vão abordar “Características comportamentais de diversas cultivares de eucalipto no Oeste do Paraná”, com André Ricardo Angonese, da Florestal Ouro Verde, e “Produtividade de plantios de eucalipto em testes experimentais da C.Vale”, com Guilherme de Castro Andrade, da Embrapa Florestas.

Confirmação de presença- Interessados devem confirmar presença, enviando nome completo e número de RG para o e-mail [email protected]

O dia de campo faz parte do Projeto Bioeste Florestas, com realização da Embrapa Florestas, Itaipu Binacional, CIBiogás e Cooperativa Agroindustrial C. Vale e apoio da Associação de Engenheiros Florestais do Oeste e Sudoeste do Paraná.

O projeto Bioeste foi criado para dar bases mais sólidas ao plantio de árvores para a produção de energia no Oeste do Paraná. A região tem importância estratégica na produção de grãos e de proteína animal. Estas cadeias produtivas necessitam de biomassa florestal para energia térmica, seja na secagem de grãos, nas caldeiras das agroindústrias, no aquecimento de aviários ou em outras atividades do agronegócio. Essa demanda por biomassa de madeira contrasta com a baixa tradição da região em plantios florestais com fins produtivos e ganha importância com o déficit dessa biomassa, que aumenta na mesma medida do crescimento do setor agroindustrial local. 

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade