Guia Gessulli
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
RenovaBio

Produtoras de biocombustível emitiram 26,28 milhões de CBios na safra 2020/21

Considerando apenas os dados de 2021, as unidades participantes do programa já acumularam 7,72 milhões de CBios na B3

Redação
07-Abr-2021 17:07

O encerramento oficial da safra 2020/21 de cana-de-açúcar na última quarta-feira, 31, foi também um marco para o programa RenovaBio. Um ano antes, o processo para o início da comercialização de créditos de descarbonização (CBios) estava sendo concluído, com os primeiros títulos sendo registrados na B3 em 28 de abril.

De lá para cá, 26,28 milhões de créditos já foram cadastrados no programa pelas usinas certificadas, o que inclui produtoras de etanol – de cana e de milho –, biodiesel e biometano.

No momento, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), 261 unidades participam do RenovaBio; destas, uma fabrica biometano e 23, biodiesel. Dentre as 237 usinas de etanol certificadas, 231 utilizam apenas a cana-de-açúcar, quatro processam milho e cana, uma, apenas milho, e uma produz biocombustível de primeira e de segunda geração de forma integrada.

Considerando apenas os dados de 2021, as unidades participantes do programa já acumularam 7,72 milhões de CBios na B3, que atua como única entidade registradora do RenovaBio.

 

 

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade