06-Dez-2017 15:23
Biocombustível

Produção de gás natural tem crescimento de 5,6% em outubro, afirma ANP

Produção no pré-sal teve redução de 2,9% em relação ao mês anterior

A produção de petróleo no Brasil em outubro totalizou 2,627 milhões de barris por dia (bbl/d), uma redução de 0,9% na comparação com o mês anterior e um aumento de 0,1% em relação ao mesmo mês em 2016, segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Já a produção de gás natural totalizou 115 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d), um aumento de 0,5% em relação ao mês anterior e de 5,6% em relação a outubro de 2016. A produção total de petróleo e gás natural no País foi de aproximadamente 3,348 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d).

A produção do pré-sal durante outubro totalizou aproximadamente 1,628 milhão de barris de óleo equivalente por dia, uma redução de 2,9% em relação ao mês anterior. A produção, oriunda de 79 poços, foi de 1,306 milhão de barris de petróleo por dia e 51 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, correspondendo a 48,6% do total produzido no Brasil.

O aproveitamento de gás natural no país durante o período alcançou 97% do volume total produzido. A queima de gás totalizou 3,4 milhões de metros cúbicos por dia, um aumento de 0,5% se comparada ao mês anterior e redução de 8,9% em relação ao mesmo mês em 2016.

O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural. Obteve, em média, 808 mil bbl/d de petróleo e 34,5 milhões de m3/d de gás natural.

Os campos marítimos produziram 95,2% do petróleo e 79% do gás natural. A prospecção aconteceu em 8.054 poços, sendo 737 marítimos e 7.317 terrestres. Os campos operados pela Petrobras produziram 93,6% do petróleo e gás natural. Estreito, na Bacia Potiguar, teve o maior número de poços produtores: 1.096. Já Marlim Sul, na Bacia de Campos, foi o campo marítimo com maior número de poços produtores: 96.

Canal Energia
Deixe seu Recado