AveSui2021
09-Nov-2016 14:21 - Atualizado em 10/11/2016 09:18
Análise de Mercado

Políticas dinâmicas impulsionam o crescimento das energias renováveis na América Latina

Novo relatório da IRENA destaca o sucesso da região, as tendências emergentes e as informações valiosas para outros países

Impelida pela rápida redução dos custos da tecnologia e pela consolidação das políticas em matéria de energias renováveis, a América Latina tem alguns dos mercados mais dinâmicos do mundo no domínio das energias renováveis, de acordo com o novo relatório da Agência Internacional para as Energias Renováveis (IRENA), intitulado Renewable Energy Market Analysis: Latin America [Análise do mercado das energias renováveis: América Latina]. Este relatório considera que a região, que possui alguns dos mais ricos recursos mundiais de energias renováveis, tem uma oportunidade única de acelerar a adopção de energias renováveis em todos os setores.

«O sólido modelo de negocio das energias renováveis, combinado com a necessidade imperativa de descarbonizar o sector energético, proporciona uma poderosa justificação para que os países da America Latina desenvolvam ainda mais as energias renováveis, incluindo energia solare e energia eólica », afirma o Diretor-Geral da IRENA, Adnan Z. Amin. «Os legisladores também reconhecem cada vez mais as energias renováveis como um elemento catalisador para a criação de emprego, o crescimento do PIB, o desenvolvimento da industria local, e o acesso à energia. Adicione-se os benefícios ambientais, e o facto de que cerca de 2 milhões de pessoas estao empregadas no sector das renováveis na região, e os argumnentos a favor das energias renováveis são ainda mais convincentes.

Em 2015, o Brasil, o Chile e o México encontravam-se entre os dez principais mercados em termos de investimento global em energias renováveis. Alguns dos recursos hidroelétricos, solares e eólicos mais competitivos a nível mundial estão localizados na América Latina e, atualmente, mais de um quarto do total de energia primária da região é proveniente das energias renováveis, o dobro da média mundial.

O relatório Renewable Energy Market Analysis: Latin America oferece a análise mais atualizada e abrangente da situação e das tendências no desenvolvimento das energias renováveis na região que possibilitam este sucesso. Recolhe informações sobre a riqueza de conhecimentos da região, retira lições fundamentais da sua experiência e aponta as principais conclusões que podem justificar a continuação da expansão regional das energias renováveis em todos os setores. Estas incluem: dinamizar o financiamento público e privado, adaptar as políticas às condições dinâmicas do mercado, adotar uma abordagem centrada nos sistemas no setor energético, tirar partido das complementaridades entre as tecnologias, abrir o potencial das fontes de energias renováveis aos setores de utilização final e reconhecer plenamente os benefícios socioeconómicos da utilização das energias renováveis.

«A boa notícia é que o sucesso conseguido na América Latina e os benefícios obtidos podem ser ainda maiores se forem adotadas as medidas corretas.» adicionou o Sr. Amin. «As políticas avançadas da América Latina em matéria de energias renováveis e de mecanismos de financiamento fornecem informações valiosas para outros mercados energéticos em todo o mundo, especialmente para os países que procuram aumentar o uao das energias renováveis, de modo a cumprir as metas de redução das emissões previstas no Acordo do Clima de Paris»

O relatório será apresentado hoje na sessão de abertura do Sétimo Diálogo de Política Regional sobre Eficiência Energética da Comissão Económica para a América Latina e Caraíbas, centrado na energia sustentável no contexto da Agenda para o Desenvolvimento Sustentável até 2030, das Nações Unidas.

Informações A.I.
Deixe seu Recado