24-Jul-2018 15:50
Bioenergia

Petrobras pretende gerar energia eólica no mar

Até 2022, a estatal irá instalar, no litoral nordestino, o primeiro aerogerador offshore no Brasil

A geração de energia eólica no mar começa a dar os primeiros passos no Brasil pela Petrobrás. Esta é uma das estratégias se preparar para um futuro baseado em economia de baixo carbono. A previsão é a construção da primeira planta piloto eólica offshore no país, aproveitando o conhecimento da companhia em desenvolver projetos no mar. O objetivo deste projeto de pesquisa e desenvolvimento é entender o potencial eólico offshore brasileiro e obter informações para subsidiar decisões futuras de empreendimentos no setor.

Até 2022, a estatal irá instalar, no litoral nordestino, o primeiro aerogerador offshore no país, com capacidade na faixa de 3MW a 5MW, com o intuito de avaliar a performance desse equipamento em campo. Além disso, estão sendo realizados estudos junto a instituições de Ciência e Tecnologia e universidades federais (UFRN, UFRJ e UFJF), que abrangem análises de logística, infraestrutura, potencial eólico, fundações, transmissão de energia e impactos ambientais de instalações eólicas offshore no Brasil.

Durante a primeira fase do projeto, entre 2013 e 2016, a estatal identificou um potencial significativo para explorar energia eólica no litoral do Rio Grande do Norte e Ceará, após realizar medições pioneiras no mar. O mapeamento do potencial da região gerou um atlas eólico offshore dos Estados do Rio Grande do Norte e Ceará, elaborado em parceria com o Centro de Tecnologia do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER). 

Redação
Deixe seu Recado