AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Homenagem

Paulo Herrmann será homenageado pela Abimaq

Assessoria de Imprensa John Deere
18-Out-2012 11:33 - Atualizado em 20/04/2016 14:43

O workshop "Consumo de água e geração de dejetos na produção de suínos" apresenta nesta quinta-feira (18/10) os resultados de um ano e meio de estudos da Embrapa Suínos e Aves, unidade descentralizada da empresa brasileira de pesquisa agropecuária (Embrapa) vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, em parceria com a Brasil Foods (BRF) e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O evento acontece no auditório da BRF em Concórdia, a partir das 8h30.

O projeto financiado pela Associação das Indústrias de Carnes e Derivados de Santa Catarina (Aincadesc/Sindicarne) acompanhou 13 produtores integrados a BRF nos municípios de Arabutã, Concórdia, Ipumirim e Jaborá, no Oeste Catarinense, para determinar o consumo de água e a geração de dejetos na produção de suínos durante as fases de crescimento e terminação. Foram medidos o consumo de água pelos animais, a produção qualitativa e quantitativa de dejetos, o consumo e a qualidade nutricional da ração e o desempenho zootécnico dos suínos.

De acordo com o pesquisador da Embrapa Paulo Armando de Oliveira, responsável pelo projeto, o trabalho de pesquisa contribuirá de maneira significativa na cadeia produtiva. "Os dados coletados servirão de apoio à Fundação de Meio Ambiente (Fatma) para que se possa alterar a norma de licenciamento ambiental da suinocultura no que diz respeito à produção de dejetos suínos, que ainda é da década de 1980", diz o pesquisador. "Com as mudanças significativas que ocorreram na genética dos animais, na qualidade da nutrição e na melhoria tecnológica das instalações, sabíamos que diminuíram o consumo de água e a produção de dejetos, mas faltava saber quanto", explica.

Uma nova legislação beneficiaria principalmente pequenos e médios produtores, pela redução do custo de implantação de sistemas de armazenagem de dejetos na propriedade. "A economia poderia chegar a até 30%", calcula Paulo Armando de Oliveira.

Assuntos do Momento

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia
30 de Junho de 2022
Energia Limpa

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia

Macaé converte o gás metano, tóxico para a atmosfera, em energia limpa. Inauguração da usina faz parte do Mês do Meio Ambiente

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia
04 de Julho de 2022
Autossuficiência

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia

Geração de energia por esse tipo de recurso, que pode ser obtida por diferentes matérias-primas, conta com financiamento garantido pelo Banco da Amazônia, podendo atender empresas e comunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros
04 de Julho de 2022
Oportunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros

Há chances para estudantes de diversas áreas interessados nos Programas de Estágio ou Jovem Aprendiz da empresa

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis
04 de Julho de 2022
Solar

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis

Facilidades de financiamento a partir de bancos e cooperativas são vantagens estratégicas que ampliam potencial de crescimento

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco
04 de Julho de 2022
Eólica

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco

O novo empreendimento de energia eólica na região de Pernambuco contará com 19 turbinas V150-4,5MW que a Vestas fornecerá e instalará na região

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035
30 de Junho de 2022
Carbono Neutro

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035

A proposta da Comissão Europeia deve contribuir para alcançar os objetivos climáticos do continente, em particular a neutralidade carbônica no horizonte de 2050

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade