Guia Gessulli
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Tecnologia

Para explorar possíveis alternativas aos carros elétricos, China testa motor a combustão que queima hidrogênio

A China, que já conta com um dos maiores mercados de carros elétricos, agora busca por uma nova forma de energia

Redação com informações de Click Petróleo e Gás
27-Out-2021 11:12 - Atualizado em 27/10/2021 11:26

Após ter um enorme mercado de carros elétricos, a China agora está se rendendo ao hidrogênio. A GAC Motor finalizou com sucesso os testes de um motor a combustão, que é movido por hidrogênio. Ainda não se sabe se o motor será produzido em larga escala, ou se é apenas um estudo para encontrar possíveis alternativas para os carros elétricos. O que se sabe até o momento é que o motor a combustão, que queima hidrogênio da China, atingiu uma eficiência de 44%.

China continuará explorando o motor mesmo que não seja utilizado em carros elétricos

Para atingir essa eficiência, os engenheiros da GAC desenvolveram uma câmara de combustão especial, que foi projetada para otimizar a combustão do hidrogênio. Além disso, também foram usados pistões reforçados, com hastes de conexão e grampos especiais.

Independentemente do uso deste motor a combustão em carros elétricos de produção, a empresa da China deixou bem claro que dará continuidade no trabalho de otimização de motores térmicos movidos a hidrogênio, para que seja possível obter um desempenho cada vez melhor.

Além disso, a empresa afirmou que está trabalhando de forma contínua para criar uma cadeia de abastecimento e produção de hidrogênio a partir de fontes limpas. A montadora está seguindo os mesmos passos da famosa Toyota, que além do Mirai que utiliza um motor a combustão que queima hidrogênio, está testando em alguns motores de corrida de duração, um Toyota Corolla Alimentado por um motor 1.6, movido a hidrogênio.

Montadora GAC está em busca da neutralidade de carbono

A GAC, como grande parte das montadoras da china, planeja fazer a transição energética para diminuir a distância em relação aos fabricantes do ocidente e já está ativa no setor de carros elétricos.

Entre as iniciativas que transformam a empresa em uma das principais protagonista no mercado automotivo do último ano, há o desenvolvimento do Eno 146, carro com o melhor Cx do mundo, e o estudo de uma bateria produzida a partir de grafeno que pode ser recarregada em apenas 8 minutos.

Como se não bastasse, a empresa da China também assinou um acordo com a Huawei, e devido a essa parceria em 2023 – a Huawei deve estrear no mercado de carros elétricos de zero emissão com seus próprios modelos.

Hidrogênio em veículos comuns pode se tornar realidade nos próximos anos

A portuguesa OZ energia está criando um sistema que poderá adaptar um motor a combustão de carros comuns para se locomover com hidrogênio. Vários modelos tradicionais estão passando por um processo de transição para uma mobilidade mais sustentável.

Segundo a empresa, utilizar energia verde não precisa significar uma renovação de frota automotiva da população, e defende que é necessário utilizar carros que já estão no mercado atual, tendo em vista que o caminho para a mobilidade limpa não é feito por meio do descarte de produtos que ainda estão dentro de sua vida útil.

Sendo assim, há pelo menos 3 anos, a empresa está criando um sistema capaz de transformar um carro com motor a combustão em um carro que utiliza maioritariamente hidrogênio.

Assuntos do Momento

Empresa de alimentos investe R$ 150 milhões em usina de geração de energia com biomassa
01 de Dezembro de 2021
Debêntures verdes

Empresa de alimentos investe R$ 150 milhões em usina de geração de energia com biomassa

Unidade vai gerar energia térmica a partir da palha do arroz; empresa criou uma nova subsidiária, a Camil Energia Renovável

Mercado de startups no Brasil cresce quase 30% no setor de energia
03 de Dezembro de 2021
Expansão

Mercado de startups no Brasil cresce quase 30% no setor de energia

Amazonas, Ceará, Distrito Federal, São Paulo e Santa Catarina são os Estados com mais startups voltadas ao setor de energia no país

ABiogás anuncia certificado de biometano e destaca a inauguração de 45 novas usinas em 2021
29 de Novembro de 2021
Descarbonizar

ABiogás anuncia certificado de biometano e destaca a inauguração de 45 novas usinas em 2021

Outro destaque foi a apresentação do Fundo Garantidor do Biogás, primeiro fundo com foco ambiental no Brasil, lançado em setembro pelo The Lab junto com a ABiogás

Relator propõe repasse de 80% dos Créditos de Descarbonização a produtor de biomassa
02 de Dezembro de 2021
Reivindicação

Relator propõe repasse de 80% dos Créditos de Descarbonização a produtor de biomassa

Deputado José Mário Schreiner (DEM-GO) também propõe que produtores rurais tenham o mesmo regime tributário dos produtores de biocombustível

Estudo da CCEE revela que estado de São Paulo tem mais de 17,5 mil unidades consumidoras que já poderiam migrar para o mercado livre de energia
30 de Novembro de 2021
Energia Renovável

Estudo da CCEE revela que estado de São Paulo tem mais de 17,5 mil unidades consumidoras que já poderiam migrar para o mercado livre de energia

São empresas de grande e médio porte como indústrias e shoppings que ainda são abastecidas pelo mercado regulado e que hoje possuem, sozinhas ou em comunhão, carga superior a 500 kW

Disponible en español Disponible en español
Energias renováveis batem recorde mundial, mas ainda não são suficientes
01 de Dezembro de 2021
Carbono Neutro

Energias renováveis batem recorde mundial, mas ainda não são suficientes

Um estudo divulgado pela Agência Internacional de Energia indica que, apesar do recorde batido, o ritmo ainda é insuficiente para colocar o planeta no caminho da neutralidade de carbono

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade