10-Nov-2017 15:58
Energia Renovável

Palmas vai instalar energia solar em escolas de tempo integral

A instalação de 160 placas de captação de energia pode gerar uma economia de R$ 5 mil por mês

O prefeito Carlos Amastha da cidade de Palmas, no Tocantins, assinou um contrato para instalação do sistema de captação de energia solar em seis escolas de tempo integral: Anísio Teixeira, Duque de Caxias-Caroline Campelo, Eurídice Ferreira de Mello, Fidêncio Bogo, Padre Josimo Tavares e Margarida Lemos (Cemil).

De acordo com a Secretaria Extraordinária de Projetos, Captação de Recursos e Energias Renováveis (Secres), a instalação de 160 placas de captação de energia nas unidades escolares vai gerar uma economia de aproximadamente R$ 5 mil por mês.

Ainda segundo a Secres, os oito Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), que estão em construção em Palmas, já têm incluídos em seus projetos o sistema de geração de energia fotovoltaica. A previsão é que cada unidade receba 40 placas de energia solar.

Energia solar em prédios públicos

Com a criação do Programa Palmas Solar, desde 2015, a Prefeitura de Palmas tem incentivado a implantação do sistema de conversão e/ou aproveitamento de energia solar em prédios públicos. A legislação municipal determina que todos os prédios públicos, das instâncias municipal, estadual e federal, construídos ou reformados na capital a partir de março de 2016, incluam em seu projeto sistema de geração de energia fotovoltaica.

Ciclo Vivo
Deixe seu Recado