AveSui2021
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Energia

Novos projetos da CPFL

Jornal do Comércio
12-Set-2011 08:19 - Atualizado em 20/04/2016 14:41

Depois de liderar o consórcio que implementou a hidrelétrica Foz do Chapecó, no rio Uruguai, entre os municípios de Águas de Chapecó, em Santa Catarina, e Alpestre, no Rio Grande do Sul, a CPFL avalia novas oportunidades de empreendimentos no Estado. O grupo prospecta a geração eólica e hidrelétrica na região.

Um dos projetos analisados é o da hidrelétrica Itapiranga, que será uma usina com capacidade para aproximadamente 700 MW (cerca de 20% da demanda média de energia dos gaúchos). A estrutura também será instalada no rio Uruguai, entre os municípios de Itapiranga (SC) e Pinheirinho do Vale (RS). Esse complexo deverá absorver um investimento superior a R$ 2 bilhões. O presidente da CPFL, Wilson Ferreira Jr., acredita que será possível colocar essa usina para disputar um leilão de energia (mecanismo que garante a venda da eletricidade para o sistema elétrico nacional) a partir do próximo ano. Além disso, o dirigente adianta que a empresa pretende instalar cinco pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) no Estado e um dos locais escolhidos será o rio das Antas.

Recentemente, o grupo criou a CPFL Renováveis, empresa focada nas gerações eólica e de biomassa (queima de matéria orgânica) e PCHs. Hoje, comenta Ferreira Jr., essa companhia tem em operação em torno de 750 MW em fontes renováveis e já possui mais 500 MW em construção. A meta da empresa é chegar até 2014 com cerca de 2 mil MW renováveis instalados.

O presidente da CPFL Energia esteve na sexta-feira em Porto Alegre para participar da reunião-almoço do Comitê Estratégico de Energia da Amcham-Porto Alegre (Câmara Americana de Comércio), realizada no Hotel Plaza São Rafael. Na ocasião, o executivo ainda informou que a distribuidora gaúcha RGE (controlada do grupo) investirá neste ano em torno de R$ 250 milhões, o que se trata do maior aporte da história da companhia. Esses recursos serão aplicados na modernização da rede elétrica e na melhora da qualidade de serviço da concessionária, que verifica um crescimento de consumo de eletricidade em sua área de atuação de cerca de 6% ao ano.

AveSui2021_dentro

Outro tema abordado por Ferreira Jr. na Capital gaúcha foi a renovação das concessões de energia. Até 2015, vencerá o prazo de concessões de 60% das distribuidoras de energia no Brasil, as quais poderão ser renovadas ou licitadas novamente. Também 20% das concessões para geração de energia e 70% das concessões de linhas de transmissão terminam até 2015. O presidente da CPFL relata que as concessões do grupo não acabam nesse prazo. Ele destaca que a renovação ou a relicitação das concessões é uma oportunidade para a modicidade tarifária. O dirigente prevê que se o governo optar por uma prorrogação, o que é uma tendência no momento, deverá colocar cláusulas para reduzir o preço da energia.

Assuntos do Momento

Avança a cooperação técnica entre a Castrolanda e as Nações Unidas
14 de Janeiro de 2021
Energia limpa

Avança a cooperação técnica entre a Castrolanda e as Nações Unidas

Cooperativa, através do Setor de Energia, tem buscado alternativas sustentáveis com relação ao desenvolvimento do biogás em suas regiões de atuação.

Governo vai lançar plano para incentivar fontes alternativas de energia no campo
18 de Janeiro de 2021
Incentivo

Governo vai lançar plano para incentivar fontes alternativas de energia no campo

Uso do biogás e energia solar serão estimulados para reduzir passivo ambiental e custos dos produtores

AveSui2021_dentro
Nordex fecha venda de turbinas para parque eólico da Statkraft no Brasil
14 de Janeiro de 2021
Energia eólica

Nordex fecha venda de turbinas para parque eólico da Statkraft no Brasil

A Nordex disse que o negócio fechado junto à Statkraft envolverá turbinas eólicas de seu modelo N163/5.X que somarão capacidade total de 518,7 megawatts.

Siemens Gamesa e Siemens Energy inauguram uma nova era de produção offshore de hidrogênio verde
14 de Janeiro de 2021
Hidrogênio Verde

Siemens Gamesa e Siemens Energy inauguram uma nova era de produção offshore de hidrogênio verde

Iniciativa representa um passo importante para desenvolver um sistema em escala industrial capaz de produzir hidrogênio verde a partir de ventos offshore

ENGIE inicia implantação de Conjunto Eólico no Rio Grande do Norte
18 de Janeiro de 2021
Eólica

ENGIE inicia implantação de Conjunto Eólico no Rio Grande do Norte

O Conjunto Eólico Santo Agostinho tem investimento previsto da ordem de R$ 2,2 bilhões

Estudantes brasileiros desenvolvem app voltado à redução de emissão de carbono
18 de Janeiro de 2021
Inovação

Estudantes brasileiros desenvolvem app voltado à redução de emissão de carbono

Tecnologia brasileira é uma das finalistas do desafio Nasa Space Apps Challenge, competição da agência espacial americana para tecnologia e inovação

Mais assuntos do momento