AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Bioenergia

Mundo precisa acelerar avanço da energia solar para atingir metas

Ainda temos muito que avançar, porque hoje a solar é apenas 2% da matriz energética, um porcentual pequeno diante do potencial, que pode chegar a 32% em 2050 e ultrapassar as hidrelétricas, segundo estudos e consultorias internacionais

Redação com informações de Isto É
05-Nov-2021 12:01

A fonte solar deve se tornar a número 1 em diversos países nos próximos 30 anos, inclusive no Brasil, mas para isso é preciso acelerar o ritmo atual dos projetos, que estão deixando muito a desejar, avalia o presidente da Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), Rodrigo Sauaia, que vê na 26ª Conferência do Clima (COP-26) que está sendo realizada em Glasgow, Escócia, a oportunidade de divulgar os avanços que estão sendo feitos no Brasil.

Ele vai apresentar na conferência casos de sucesso, como os leilões de energia do governo, que garantiram o crescimento desta fonte em 1.500% desde 2012, atingindo este ano 11 mil megawatts (MW) de potência instalada, a mesma capacidade da usina de Belo Monte, no Pará.

“Mesmo com esse crescimento todo, ainda temos muito que avançar, porque hoje a solar é apenas 2% da matriz energética, um porcentual pequeno diante do potencial, que pode chegar a 32% em 2050 e ultrapassar as hidrelétricas, segundo estudos e consultorias internacionais”, informou Sauaia.

O executivo já participou virtualmente de dois eventos da COP-26 e na próxima semana vai apresentar o caso da energia solar no Brasil no Pavilhão brasileiro, mostrando que em menos de 10 anos o País passou de 7 megawatts (MW) de potência instalada da fonte para 11 mil MW. Além da Absolar, Sauaia é vice-presidente do Global Solar Council, uma entidade internacional fundada em 2015, na COP21, que reúne 40 países.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade