Guia Gessulli
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Energia Renovável

Minerva Foods se torna a primeira empresa brasileira a receber o Selo Energia Renovável em todas as suas operações no Brasil

Reconhecimento foi emitido a partir de uma auditoria realizada pelo Instituto Totum, conforme parâmetros da Normativa do Selo

Redação
29-Jun-2021 14:58 - Atualizado em 29/06/2021 15:10

A Minerva Foods, líder em exportação de carne bovina na América do Sul e uma das maiores empresas na produção e comercialização de carne in natura e seus derivados na região, é a primeira empresa brasileira a receber, em âmbito global, o Selo Energia Renovável, emitido pelo Instituto Totum, em parceria com a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica) e a Associação Brasileira de Energia Limpa (Abragel), para todas as suas unidades no Brasil.

A conquista é fruto de uma auditoria realizada pelo Instituto Totum, com base na Normativa do Selo e que, dentre outros aspectos, assegura a compra de certificados de energia renovável (I-RECs) pela Minerva Foods, com a chancela REC Brazil. A iniciativa permitiu zerar as emissões líquidas no escopo 2 - emissões indiretas de GEE provenientes da aquisição de energia elétrica consumida - em 100% de sua operação no Brasil. Ao comprar os certificados em quantidade compatível com o consumo para fabricação de seus produtos, as unidades da Minerva Foods no Brasil podem alegar de forma oficial que são abastecidas com energia proveniente de geração eólica.

A chancela REC Brazil, além de restringir os protocolos com emissões de CO2 na atmosfera, exige que os fornecedores de energia que emitem certificação I-REC (usinas) contemplem em suas operações alto desempenho em termos de sustentabilidade, obtendo níveis diferenciados em relação aos aspectos sociais, ambientais e relação com a comunidade. Dessa forma, a energia elétrica utilizada pela Minerva Foods para consumo de suas unidades industriais, além de não promover emissões de CO2, é gerada por usinas que atendem pelo menos 5 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, dentre os quais estão: Fome Zero e Agricultura Sustentável; Educação de Qualidade; Água Potável e Saneamento; Cidades e Comunidades Sustentáveis; Ação Contra Mudança Global do Clima; e Vida Terrestre.

"Esta é mais uma grande conquista, proveniente da agenda de ESG da Companhia, que vem sendo intensificada ano após ano. O Selo de Energia Renovável visa fomentar o mercado nacional de energia gerada a partir de fontes renováveis, e contempla as empresas que têm se destacado com a promoção da sustentabilidade no abastecimento de energia", reforça Taciano Custódio, Diretor de Sustentabilidade da Minerva Foods.

"O principal objetivo do programa é fomentar o mercado de energia gerada a partir de fontes renováveis e com alto desempenho em termos de sustentabilidade, o que é um trabalho constante e diário. Nos últimos anos, estamos vendo um sinal claro de que as empresas entenderam a importância disso, com um crescimento do interesse pela certificação e compra dos RECs. Isso mostra que há um compromisso com a mudança de comportamento energético por parte de companhias e isso nos deixa muito satisfeitos. Nós investimos nesse programa, desde o início, porque acreditamos em seu enorme potencial e em seus benefícios para todos. E queremos que nossa mensagem se espalhe para empresários e para a sociedade", Elbia Gannoum, Presidente da ABEEólica.

Para o Programa Brasileiro de Certificação de Energia Renovável essa conquista é relevante, dado que a energia renovável e sustentável passa a fazer parte da lista de prioridades de companhias buscando metas de ESG. "E nada melhor do que uma chancela de terceira parte para atestar o alcance dessas metas", afirma Fernando Giachini Lopes, Diretor do Instituto Totum, responsável pela certificação.

Pioneirismo e Compromissos com a Sustentabilidade

O reconhecimento reforça o compromisso da empresa com a sustentabilidade, contribuindo com o combate ao aquecimento global, desmatamento ilegal e mudanças do clima. Atualmente, a Minerva Foods monitora mais de 15 milhões de hectares com tecnologia de mapeamento geográfico de fornecedores em todos os biomas brasileiros e no Paraguai.

A empresa é também pioneira no país por ter 100% dos fornecedores diretos monitorados por meio de mapas georreferenciados na Amazônia, no Cerrado, no Pantanal e na Mata Atlântica, incluindo os produtores de ciclo completo - que produzem desde o nascimento do bezerro à produção industrial.?

A Minerva Foods se tornou ainda a primeira empresa do setor a testar a ferramenta?Visipec para avaliação de riscos relacionados às fazendas fornecedoras indiretas na Amazônia. A conformidade dos parceiros comerciais da Companhia garantiu à empresa os melhores resultados também em auditorias supervisionadas pelo Ministério Público Federal, disponíveis publicamente.

Com foco nas emissões, a Companhia se comprometeu a reduzir em 30% a intensidade das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) nos escopos 1 e 2 até 2030; e a manter sua matriz energética carbono neutro com 100% da energia advinda de fontes renováveis. Nos próximos anos, a Minerva Foods ainda investirá até R? 1,5 bilhão em projetos que ajudam a reduzir as emissões em toda a cadeia produtiva.

Assuntos do Momento

Fontes solar e eólica terão mais espaço na geração de energia do Brasil
25 de Janeiro de 2022
Fonte Renovável

Fontes solar e eólica terão mais espaço na geração de energia do Brasil

As informações constam na minuta do Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE) 2031, que foi colocada em consulta pública nesta segunda-feira (24/01).

Sicredi faz emissão de Green Bond subordinado de USD 100 mi para financiar projetos de energia renovável
26 de Janeiro de 2022
Green Bond

Sicredi faz emissão de Green Bond subordinado de USD 100 mi para financiar projetos de energia renovável

A emissão feita junto ao BID Invest, membro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), foi no valor de USD 100 milhões

Mudanças no processo de geração de energia causam "inflação verde", que pode se estender por anos
26 de Janeiro de 2022
Transição

Mudanças no processo de geração de energia causam "inflação verde", que pode se estender por anos

Carla Argenta explicou que estamos em meio à transição energética e que processo não é simples

Assinantes de energia solar adotam dispositivo de inteligência artificial para evitar desperdício e reduzir consumo
24 de Janeiro de 2022
Tecnologia

Assinantes de energia solar adotam dispositivo de inteligência artificial para evitar desperdício e reduzir consumo

Tecnologia já é utilizada em várias residências e empresas do Interior de SP e ajuda a reduzir em cerca de 15% consumo de eletricidade

Ministro do MCTI conhece projeto de fábrica brasileira de placas solares
27 de Janeiro de 2022
Investimento

Ministro do MCTI conhece projeto de fábrica brasileira de placas solares

Em audiência, representantes de empresa apresentaram projeto de produção de módulos fotovoltaicos no país, que pode contar com apoio do PADIS

UEMS/Mundo Novo tem projeto de R$ 674 mil aprovado no edital MS Carbono Neutro
24 de Janeiro de 2022
Biometano

UEMS/Mundo Novo tem projeto de R$ 674 mil aprovado no edital MS Carbono Neutro

O projeto, que será coordenado pelo professor Dr. Leandro Fleck, obteve nota final de 9,70 e garantiu a maior pontuação dentre todas as propostas aprovadas, além disso teve o segundo maior recurso financeiro obtido

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade