AveSui
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Energia Eólica Offshore

Maior parque eólico offshore do mundo já começou a produzir energia

Hornsea 2 tem área de 462 km² e terá capacidade de produção superior a 1,3 gigawatts quando estiverem montadas todas as 165 turbinas

Redação com informações de Away
10-Jan-2022 10:16

A empresa dinamarquesa de energia Orsted acaba de confirmar que o parque eólico offshore Hornsea 2 produziu a primeira energia, o que representa um marco muito significativo neste complexo situado em águas a cerca de 89 quilómetros da costa leste do Reino Unido.

O Hornsea 2 apenas ficará totalmente operacional durante o ano de 2022, quando forem instaladas todas as turbinas. Nessa altura, e de acordo com a Orsted, será o maior parque eólico offshore do mundo.

Este novo parque eólico marítimo tem uma área de implantação considerável de 462 km². Será composto por 165 turbinas da Siemens Gamesa, com uma capacidade de mais de 1,3 gigawatts.

Estará apto a fornecer energia a mais de 1,3 milhões de casas, o que lhe permitirá ostentar o título de maior instalação do género em todo o mundo, que ainda pertence ao Hornsea 1. Em conjunto, os dois projetos serão capazes de fornecer energia suficiente para mais de 2,3 milhões de lares, assegura a Orsted.

Ao nível da produção de energia em parques eólicos offshore, o Reino Unido e a União Europeia estão bem lançados. Os primeiros estimam uma capacidade de 40 GW até 2030, ao passo que o organismo europeu tem como alvo 300 GW de capacidade por volta de 2050.

Os Estados Unidos, pelo contrário, estão mais atrasados. A sua primeira instalação eólica offshore, o Parque Eólico Block Island, de 30 MW de capacidade, apenas iniciou operações comerciais no final de 2016. Contudo, a situação pode vir a inverter-se, já que entidades governamentais revelaram que pretendem lançar um projeto eólico offshore de 30 GW de capacidade até 2030.

Assuntos do Momento

Fontes solar e eólica terão mais espaço na geração de energia do Brasil
25 de Janeiro de 2022
Fonte Renovável

Fontes solar e eólica terão mais espaço na geração de energia do Brasil

As informações constam na minuta do Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE) 2031, que foi colocada em consulta pública nesta segunda-feira (24/01).

Sicredi faz emissão de Green Bond subordinado de USD 100 mi para financiar projetos de energia renovável
26 de Janeiro de 2022
Green Bond

Sicredi faz emissão de Green Bond subordinado de USD 100 mi para financiar projetos de energia renovável

A emissão feita junto ao BID Invest, membro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), foi no valor de USD 100 milhões

Mudanças no processo de geração de energia causam "inflação verde", que pode se estender por anos
26 de Janeiro de 2022
Transição

Mudanças no processo de geração de energia causam "inflação verde", que pode se estender por anos

Carla Argenta explicou que estamos em meio à transição energética e que processo não é simples

Assinantes de energia solar adotam dispositivo de inteligência artificial para evitar desperdício e reduzir consumo
24 de Janeiro de 2022
Tecnologia

Assinantes de energia solar adotam dispositivo de inteligência artificial para evitar desperdício e reduzir consumo

Tecnologia já é utilizada em várias residências e empresas do Interior de SP e ajuda a reduzir em cerca de 15% consumo de eletricidade

Ministro do MCTI conhece projeto de fábrica brasileira de placas solares
27 de Janeiro de 2022
Investimento

Ministro do MCTI conhece projeto de fábrica brasileira de placas solares

Em audiência, representantes de empresa apresentaram projeto de produção de módulos fotovoltaicos no país, que pode contar com apoio do PADIS

UEMS/Mundo Novo tem projeto de R$ 674 mil aprovado no edital MS Carbono Neutro
24 de Janeiro de 2022
Biometano

UEMS/Mundo Novo tem projeto de R$ 674 mil aprovado no edital MS Carbono Neutro

O projeto, que será coordenado pelo professor Dr. Leandro Fleck, obteve nota final de 9,70 e garantiu a maior pontuação dentre todas as propostas aprovadas, além disso teve o segundo maior recurso financeiro obtido

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade