AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Meio Ambiente

Governo Federal quer expandir projeto que transforma resíduos orgânicos em biometano e biogás

A iniciativa tem como objetivo incentivar a transformação de resíduos sólidos urbanos e orgânicos em biocombustível

Redação com informações de Dourados Agora
07-Mar-2022 10:05

O Ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, realizou uma visita técnica à Usina Binacional de Itaipu (PR) para conhecer as instalações da Unidade de Demonstração (UDG) de biogás e biometano, que servirá como referência para o programa de redução de metano do Governo Federal.  

A iniciativa tem como objetivo incentivar a transformação de resíduos sólidos urbanos e orgânicos em biocombustível, e contará com o auxílio financeiro de bancos públicos como Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Um programa como este pode ser expandido para todo o País. Esta unidade já é uma referência, porque nos mostra exatamente o volume de recursos necessários para transformar resíduos orgânicos em biogás e biometano”, afirmou Leite.

“Vimos a viabilidade [deste empreendimento] e que é possível conseguir o menor projeto possível para os quais os bancos oficiais já têm linhas de financiamento bastante robustas em relação à sustentabilidade, chegando aos R$ 400 bilhões, entre Banco do Brasil, Caixa e BNDES”, completou o ministro.

Os custos estimados para a implantação de uma unidade como a de Itaipu – operada pelo Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás) – são da ordem de R$ 3,5 milhões para uma planta com capacidade para processamento de 9 toneladas de resíduos orgânicos.

O cálculo foi apresentado ao ministro pelo diretor de Desenvolvimento Tecnológico do CIBiogás, Felipe Souza Marques.

Desde a sua implantação, em 2017, a UDG tratou 550 toneladas de resíduos orgânicos de restaurantes e de materiais de apreensão da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal (PF), Receita Federal (RF) e Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Ao todo, foram produzidos 37 mil m³ de biometano usados para abastecimento de 40 veículos da frota de Itaipu. A atividade evitou a emissão de 3,5 toneladas de Gases de Efeito Estufa (GEE).

Segundo Leite, os resultados da unidade estão em consonância com o objetivo do Governo Federal de estimular a produção de combustíveis como o biometano – uma fonte para abastecimento de veículos pesados ou leves até 30% mais barata que os combustíveis fósseis, com o ganho adicional da sustentabilidade.

A ação também vem ao encontro do compromisso assumido pelo Brasil em novembro do ano passado, na COP 26, em Glasgow, na Escócia, de reduzir voluntariamente 30% das emissões do gás de efeito estufa.

Durante a visita, Joaquim Leite foi acompanhado pelo diretor de Coordenação da Itaipu, general Luiz Felipe Carbonell, representando o diretor-geral brasileiro da empresa, almirante Anatalicio Risden Junior. Além de conhecer a UDG, Joaquim Leite fez uma visita técnica à usina e visitou o Refúgio Biológico Bela Vista.

Em 2019, as áreas protegidas da Itaipu – entre elas, o Refúgio – foram reconhecidas como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica – um marco dentro do programa “Homem e Biosfera”, mantido pela da Organização das Nações Unidas (ONU).

“O aproveitamento do biometano e outros projetos nossos como a instalação de placas solares em aterro sanitário, que estamos desenvolvendo aqui no Oeste do Paraná, em Toledo, são projetos viáveis e que podem ser replicados no País”, disse o general Carbonell.

Economia verde

O ministro destacou ainda que as ações de Itaipu pelo meio ambiente promovem uma “economia verde”, alinhando desenvolvimento e conservação ambiental, de acordo com os preceitos do Governo Federal e do Programa Nacional de Crescimento Verde, lançado em outubro do ano passado.

Assuntos do Momento

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia
30 de Junho de 2022
Energia Limpa

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia

Macaé converte o gás metano, tóxico para a atmosfera, em energia limpa. Inauguração da usina faz parte do Mês do Meio Ambiente

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia
04 de Julho de 2022
Autossuficiência

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia

Geração de energia por esse tipo de recurso, que pode ser obtida por diferentes matérias-primas, conta com financiamento garantido pelo Banco da Amazônia, podendo atender empresas e comunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros
04 de Julho de 2022
Oportunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros

Há chances para estudantes de diversas áreas interessados nos Programas de Estágio ou Jovem Aprendiz da empresa

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis
04 de Julho de 2022
Solar

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis

Facilidades de financiamento a partir de bancos e cooperativas são vantagens estratégicas que ampliam potencial de crescimento

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco
04 de Julho de 2022
Eólica

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco

O novo empreendimento de energia eólica na região de Pernambuco contará com 19 turbinas V150-4,5MW que a Vestas fornecerá e instalará na região

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035
30 de Junho de 2022
Carbono Neutro

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035

A proposta da Comissão Europeia deve contribuir para alcançar os objetivos climáticos do continente, em particular a neutralidade carbônica no horizonte de 2050

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade