AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Meio Ambiente

Governo de Goiás quer dobrar área de preservação ambiental

Painel Florestas
02-Mai-2012 11:26 - Atualizado em 20/04/2016 14:43

O Governo de Goiás, através da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, pretende dobrar a área de preservação, que atualmente é de 117 mil hectares, até o fim do ano de 2014. A afirmação é do secretário de Meio Ambiente, Umberto Oliveira, ao explicar que a expansão será feita com a criação de novas unidades de preservação. Segundo ele, já estão sendo feitos estudos e algumas unidades existentes estão passando por processo de regularização. Ainda de acordo com o secretário, medidas como intensificação das fiscalizações da Semarh e maior rigor no licenciamento devem ajudar no trabalho de preservação do Cerrado.

Há tempos o Estado busca o título de Patrimônio Nacional para o Bioma Cerrado. Entre os dias 12 e 24 de junho, o Governo participa da Conferência Rio +20, no Rio de Janeiro, e terá a oportunidade de expor a necessidade de maior preservação do bioma Cerrado e aprovação da PEC que intitula o Cerrado como patrimônio nacional, assim como ocorre com a Floresta Amazônica. Com o título, os estados teriam recursos dentro do Orçamento da União para programas de preservação e desenvolvimento de pesquisas.

Ainda durante a conferência será lançada a Carta do Cerrado. O documento, que está sendo elaborado pelos representantes ambientais de cada Estado que compõem o bioma, vai trazer as estratégias e recomendações quanto aos aspectos e preocupações, visando um tratamento uniforme para fins de preservação da região. "Muitas vezes, pela divisão geográfica, os estados ficam com iniciativas isoladas e a carta trata de modo global de todos os problemas e aponta caminhos para a solução", explica Umberto Oliveira.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade