Guia Gessulli
25-Out-2019 15:28
São Paulo

Governo anuncia investimento de R$ 2,5 bilhões do grupo EDP no estado

Valor será aplicado durante ciclo 2019-2023 nas áreas de distribuição, transmissão, energia solar e mobilidade elétrica

O Governador do estado de São Paulo, João Doria, anunciou nesta sexta-feira (25), ao lado do presidente da EDP no Brasil, Miguel Setas, um aporte de R$ 2,5 bilhões da empresa no Estado de São Paulo. Os recursos contemplam projetos nas áreas de distribuição, transmissão, energia solar e mobilidade elétrica durante o ciclo 2019-2023, além de projetos sociais e culturais. São iniciativas que gerarão 3 mil novos postos de trabalho durante o período das obras, além dos 4,5 mil colaboradores que a EDP já emprega direta ou indiretamente em São Paulo.

“Este grupo multinacional de Portugal, que atua na cadeia do setor elétrico, mostrou que confia nas condições de investimento no Estado de São Paulo, o que irá trazer geração de emprego e de renda para a população”, disse Doria.

Com foco na expansão e modernização da rede elétrica, infraestrutura e atendimento, a EDP vai investir no ciclo 2019-2023, R$ 1,5 bilhão nos 28 municípios da área de concessão da EDP São Paulo, que abrange as regiões do Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte do Estado. São recursos que vão assegurar a melhoria da qualidade, a segurança e a confiabilidade do serviço prestado a cerca de 5 milhões de pessoas.

“Esses investimentos são o reflexo da confiança que a EDP tem no Brasil e, em especial, no Estado de São Paulo, e do nosso compromisso em gerar renda, emprego e desenvolvimento social, contribuindo com um País que sempre nos acolheu tão bem”, afirmou Miguel Setas, presidente da EDP no Brasil.

Recentemente, a EDP iniciou em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, a construção de sua nova sede, que irá gerenciar de forma integrada parte da operação do Grupo no Brasil. Orçado em R$ 30 milhões, o novo edifício faz parte da estratégia da Companhia de ampliar a sinergia entre suas áreas, a fim de assegurar a excelência na prestação de serviços aos seus clientes.

Atualmente, a EDP tem mais de 1 mil colaboradores próprios e terceiros em São José dos Campos e, com a nova sede, aumentará sua força de trabalho na cidade em 30%, já que parte das atividades realizadas por setores da EDP em diversas cidades do Brasil serão feitas a partir deste novo prédio. A obra tem conclusão prevista para o início de 2020.

Em transmissão, a Companhia investirá cerca de R$ 150 milhões no trecho paulista dos 375 quilômetros de linhas de transmissão de energia que está construindo entre Cachoeira Paulista (SP) e o município de Estreito (MG).

Energia solar e mobilidade elétrica

Para incentivar a transição energética do Brasil e de promover soluções baseadas em fontes não poluentes, o Grupo EDP vai destinar R$ 700 milhões, por meio da subsidiária EDP Renováveis, à construção um parque solar fotovoltaico em Pereira Barreto, norte do estado. O projeto contará com mais de 635 mil painéis solares, divididos em cinco parques que ocupam uma área equivalente a 545 campos de futebol e potência instalada de 205 MW (megawatts). O início da operação está previsto para 2021.

Paralelamente, a EDP Brasil começa a instalar, ainda neste ano, primeira e maior rede de recarga ultrarrápida de veículos elétricos da América do Sul. Os 30 novos pontos de carregamento vão cobrir todo o estado e interligar São Paulo com os principais corredores elétricos do País, permitindo realizar viagens completas em veículo elétrico até Vitória (ES), Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR) ou Florianópolis (SC). Os investimentos em mobilidade elétrica em São Paulo chegam a cerca de R$ 40 milhões.

Valorização da cultura luso-brasileira

Dentre as prioridades da EDP está a valorização da cultura luso-brasileira. Por esse motivo, a Companhia é a maior patrocinadora da reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, e, mais recentemente, tornou-se a primeira patrocinadora máster da restauração do Museu do Ipiranga. A empresa contribui com um total de R$ 32 milhões para a recuperação de ambos os museus.

No âmbito social, a EDP realizou em São Paulo investimentos que beneficiaram quase 500 mil pessoas de 2016 a 2019. A Companhia prevê ainda destinar mais R$ 15 milhões de a causas sociais no estado nos próximos três anos.

Redação
Deixe seu Recado