21-Mar-2017 13:31
Energia

Geração das usinas a biomassa cresce 35% em janeiro

Dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE indicam crescimento de 35% na geração das usinas térmicas movidas a biomassa no primeiro mês de 2017. Foram produzidos 752 MW médios frente aos 556 MW médios entregues em janeiro do ano passado.

A capacidade instalada da fonte no Sistema Interligado Nacional - SIN também foi expandida, chegando a 12,5 GW em 2017. O número é 13% superior ao registrado no mesmo período do ano anterior, quando a capacidade era de 11 GW.

Em janeiro, dois combustíveis dominaram aqueles utilizados na queima para a produção de energia com 78% do total. Mesmo em período de entressafra, o bagaço de cana de açúcar segue liderando a participação ao somar 316 MW médios gerados (42%). Já o licor negro foi responsável por 36% do total utilizado, ou seja, 270 MW médios em janeiro. Além do aumento na geração, a entrada de novas usinas de papel e celulose reflete o incremento na produção deste segmento.

 Os dados consolidados da CCEE mostram ainda que o estado do Mato Grosso do Sul foi o maior produtor de energia proveniente da queima da biomassa no período analisado. As usinas do estado produziram 173 MW médios, seguidas pelas plantas de São Paulo (128 MW médios), Bahia (116 MW médios) e Paraná (68 MW médios).

 Na análise da capacidade instalada, o estado de São Paulo (5.307 MW) segue na liderança, seguido por Mato Grosso do Sul (1.919 MW), Minas Gerais (1.262 MW) e Goiás (1.041 MW).

 

Em janeiro, 263 plantas movidas à biomassa, em funcionamento, estavam cadastradas na CCEE, frente às 240 instalações registradas no mesmo período de 2016.

Ascom
Deixe seu Recado