AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
COP26

EUA e China ficam de fora de acordo para eliminar uso do carvão

Os dois países mais poluidores não aderiram à aliança para reduzir a emissão do combustível até 2030

Redação com informações de Revista Oeste
05-Nov-2021 12:24 - Atualizado em 05/11/2021 16:43

Os dois países que mais poluem no mundo não aderiram a um acordo que busca eliminar o uso do carvão até 2030, fechado por 77 nações durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26), em Glasgow, na Escócia.

Com sua economia desacelerando, a China defende uma meta que prejudique menos sua atividade. Já os Estados Unidos têm dificuldades políticas internas de avançar com metas mais ambiciosas. A Índia também ficou de fora do acordo.

O diretor-executivo da Agência Internacional de Energia, Fatih Birol, disse que com EUA e China fora do acordo, as metas para eliminar o combustível fóssil estão comprometidas.

A China é o maior consumidor de carvão no mundo, com cerca de cinco bilhões de toneladas por ano. A Índia consome cerca de 930 milhões de toneladas e os EUA, 650 milhões de toneladas anuais.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade