AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Clima

Estiagem atinge todos os setores do agronegócio no Rio Grande do Sul

G1
19-Dez-2011 08:49 - Atualizado em 20/04/2016 14:42

Apesar do aumento da área plantada de soja e de milho no Rio Grande do Sul, a queda de produtividade em relação à safra do ano passado é dada como certa pelos produtores gaúchos devido à estiagem. Os prejuízos pela falta de chuva também estão sendo sentidos na pecuária. A produção de leite sofreu uma grande queda.

Em todo o estado, a previsão de quebra de produtividade nas lavouras de soja e de milho chega a 12%. Se não chover nos próximos 15 dias, o número pode aumentar para 30%. Em alta no mercado, estas duas culturas foram as apostas dos produtores gaúchos para esta safra. A área plantada destes dois grãos aumentou 50 mil hectares no estado este ano, segundo a Emater.

A falta de chuva fez com que os gastos para a alimentação do gado aumentasse bastante. A solução encontrada pelos pecuaristas é levar todo o rebanho de gado para tomar água em pequenos riachos. Os animais estão se alimentando à base de folhas de milho.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade