Guia Gessulli
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Energia Limpa

Eólica inicia ano liderando expansão do setor elétrico

Geração por meio dos ventos soma 155 MW de um total de 191 MW no acumulado dos primeiros 45 dias de 2021

Redação
22-Fev-2021 08:19

Os primeiros 45 dias do ano registraram a entrada em operação comercial de 191,41 MW em nova potência instalada. Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica, nesse período foram autorizadas 15 novas usinas, a maior parte delas da fonte eólica, com 155,20 MW espalhados em 9 parques. Os demais 36,21 MW estão divididos em três PCHs com 27,60 MW e outras três térmicas com 8,61 MW restantes.

Somente em janeiro o Sistema Interligado Nacional registrou o incremento de 135 MW em potência instalada. Na primeira metade de fevereiro são mais 57 MW. Em termos de potência, a maior parte, ou 134,18 MW no âmbito do mercado regulado e outros 57,23 MW fora do ACR.

Segundo a agência reguladora, ainda são esperados mais 4.977 MW de potência instalada a entrarem em operação no país este ano. A maior parte da fonte eólica com 1.738 MW, seguido pela térmica com 1.693 MW e a solar com 1.101 MW, biomassa aparece com 395 MW. Da fonte hídrica há apenas 48,88 MW.

É em 2022 que o país poderá ver o maior volume histórico em termos de expansão desde 1997, quando começa a série. Atualmente a Aneel projeta pouco mais de 14 mil MW em novas usinas, volume mais elevado que toda a UHE Itaipu. A fonte solar será a responsável por mais da metade, com 7.544 MW e a eólica por 4.842 MW.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade