AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Monitoramento

Energia eólica tem recorde geração instantânea do ano

Os dados, em fase de validação pelos agentes, apontam que no dia 8 de julho, a fonte foi responsável por produzir 14.167MW de energia, sendo suficiente para atender todo o Nordeste

Monitor Mercantil
27-Jul-2022 13:52

Monitoramento do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) indicou o primeiro recorde de geração eólica instantânea de 2022. Os dados, em fase de validação pelos agentes, apontam que no dia 8 de julho, a fonte foi responsável por produzir 14.167MW de energia, sendo suficiente para atender todo o Nordeste, durante um minuto, e ainda sobrar mais de 23,2%. A força do vento ainda ganha a companhia dos raios solares. No último dia 12, às 10h28, foi registrada a geração instantânea de 2.963MW, montante equivalente a 27,5% da demanda de todo o subsistema Nordeste daquele minuto.

Boletim do Programa Mensal de Operação (PMO), com as previsões do ONS para última a semana do mês de julho, entre os dias 23 e 29, prevê um aumento de 1,8%, ou 66.636 MWmed, da carga no Sistema Interligado Nacional (SIN). O dado representa um incremento de 0,6% ao indicador do período anterior, que era de 1,2%. No Sudeste/Centro-Oeste a previsão da variação de carga, entre julho de 2022 e 2021, é de 3,3% (38.257 MWmed); no Norte de 6% (6.293 MWmed). Já nos subsistemas Nordeste e Sul as cargas previstas apresentam redução de 3,1% (10.591 MWmed) e 0,3% (11.495 MWmed), respectivamente.

Em relação às afluências, a previsão é de aumento no Norte, chegando a 85% da Média de Longo Termo (MLT). No período anterior a expectativa era de 83%. A Energia Natural Afluente (ENA) segue com estabilidade no Sudeste/Centro-Oeste (SE/CO), que se mantém em 65% da MLT. Já no subsistema Sul a estimativa é de 76% da MLT e no Nordeste 70% da MLT.

A estimativa é de que o armazenamento das usinas do Norte feche julho com em 90,7% de nível, seguido pelo Nordeste, com expectativa de 81,9%. No Sul e no Sudeste/Centro-Oeste, a indicação é que terminem o mês com estoque de água em 79,2% e 61%.

O Custo Marginal de Operação (CMO) permanece equiparado nas quatro regiões, em R$ 72,01/MWh. Em relação a semana passada, quando estava em R$66,81/MWh, houve um incremento de 7,8%.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade