AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Bioenergia

Empresa catarinense desenvolve fogão a biogás

Globo Rural
25-Jun-2012 11:45 - Atualizado em 20/04/2016 14:43

A Mueller, empresa catarinense fabricante de eletrodomésticos de linha branca, deu um passo importante para o desenvolvimento de eletrodomésticos que utilizam fontes de energias renováveis no Brasil. A empresa adaptou um fogão de sua linha de produção para que funcione com biogás e o instalou na casa de um agricultor familiar em Marechal Cândido Rondon (PR), cooperado a Cooperbiogás.

O projeto Condomínio Agroenergia para a Agricultura Familiar instalado na Microbacia do Rio Ajuricaba, em Marechal Cândido Rondon (PR) é uma iniciativa pioneira no país, a qual o desenvolvimento do fogão a biogás está vinculada. A iniciativa tem parceria com a Cooperbiogás - Cooperativa de Produtores de Agroenergia do Paraná, que administra o condomínio. São parceiros do projeto a Itaipu Binacional, o Centro Internacional de Energias Renováveis - Biogás, Prefeitura Municipal de Marechal Cândido Rondon, Embrapa, Emater, entre outros.

As famílias do condomínio tratam sanitariamente 16 mil toneladas por ano de dejetos de suínos e bovinos em pequenos biodigestores de baixa vazão, reduzindo em quase 80% o potencial de poluição orgânica do material. O biogás, fruto da decomposição do dejeto animal, é utilizado nas propriedades para usos gerais e a adaptação do fogão cria mais uma alternativa para sua utilização.

A Mueller pretende viabilizar a utilização dos fogões adaptados por todas as 33 famílias do condomínio. Não há, por enquanto, a intenção de comercializar o novo produto. A Mueller vê o experimento como uma preparação para o futuro. "Ter produtos que funcionem com energias alternativas é essencial para contribuirmos com o meio ambiente e a sustentabilidade. A indústria também precisa fazer sua parte" comenta, Robison de Azevedo, Diretor Industrial da linha fogões.

Os fogões disponíveis hoje no mercado funcionam com gás liquefeito de petróleo (GLP) e com gás natural (GN) e não são recomendados para o uso com o biogás. A Mueller converteu um fogão, fazendo ajustes no sistema de combustão e outros componentes. Dessa forma, o fogão passou a produzir chamas contínuas e regulares, possibilitando o uso doméstico de forma segura.

Assuntos do Momento

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia
30 de Junho de 2022
Energia Limpa

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia

Macaé converte o gás metano, tóxico para a atmosfera, em energia limpa. Inauguração da usina faz parte do Mês do Meio Ambiente

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia
04 de Julho de 2022
Autossuficiência

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia

Geração de energia por esse tipo de recurso, que pode ser obtida por diferentes matérias-primas, conta com financiamento garantido pelo Banco da Amazônia, podendo atender empresas e comunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros
04 de Julho de 2022
Oportunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros

Há chances para estudantes de diversas áreas interessados nos Programas de Estágio ou Jovem Aprendiz da empresa

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis
04 de Julho de 2022
Solar

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis

Facilidades de financiamento a partir de bancos e cooperativas são vantagens estratégicas que ampliam potencial de crescimento

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco
04 de Julho de 2022
Eólica

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco

O novo empreendimento de energia eólica na região de Pernambuco contará com 19 turbinas V150-4,5MW que a Vestas fornecerá e instalará na região

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035
30 de Junho de 2022
Carbono Neutro

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035

A proposta da Comissão Europeia deve contribuir para alcançar os objetivos climáticos do continente, em particular a neutralidade carbônica no horizonte de 2050

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade