13-Set-2017 14:21
Desenvolvimento

Empresa africana quer abastecer Europa com energia solar do Saara

Até dois milhões de residências europeias podem ser beneficiadas

setembro, 2017, releases empresas, fotos atualizadas ,
Setembro
Uma companhia de energia da Tunísia, país africano, está estudando uma maneira de construir um parque solar de 4.5GW no deserto do Saara para abastecer três países europeus via cabos submarinos. Este, segundo o The Guardian, é maior projeto de exportação de energia em desenvolvimento.

Itália, França e o arquipélago de Malta seriam os beneficiados segundo o projeto da empresa TuNur. A ideia é começar por Malta, até 2021. No ano seguinte, o primeiro de dois cabos chegaria à Itália e a conexão francesa seria realizada até 2024.

A companhia estima que, com torres de até 200 metros de altura, a energia solar do Saara poderá abastecer até dois milhões de residências europeias.

Outro ponto, é a criação de 20 mil postos de trabalho. O número inclui a desenvolvedor solar com sede em Londres, Nur Energie, além dos desenvolvedores tunisinos e malteses.

Chafik Ben Rouine, porta-voz do Observatório Econômico da Tunísia, questionou a credibilidade da companhia levando em consideração o portfólio de projetos pequenos até então. Agora, depende do governo do país da África do Norte aprovar ou não o projeto.

Fotos: TuNur/Divulgação

, ,
1/2
, ,
2/2

Ciclo Vivo
Deixe seu Recado