AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Embrapa

Embrapa Agroenergia tem novo Chefe-Geral

Embrapa Agroenergia
12-Set-2011 09:32 - Atualizado em 20/04/2016 14:41

O agrônomo e doutor em fitopatologia, Manoel Teixeira Souza Júnior, assumiu nesta quinta-feira, 1º de setembro, a chefia da Embrapa Agroenergia. O novo Chefe-Geral chega à Unidade tendo dois importantes desafios imediatos à frente: concluir a implantação do setor de laboratórios da sede da Unidade e iniciar o processo que levará à elaboração do 2º Plano Diretor da Unidade (PDU). A busca por parcerias sinérgicas, nacionais e internacionais, o foco nas demandas dos clientes das cadeias produtivas da agroenergia e tornar a unidade uma instituição de excelência em PD&I no tema estão entre as metas de Manoel Teixeira.

"O tema agroenergia é amplo do ponto de vista de problemas demandando soluções, e altamente competitivo em PD&I, tanto no setor público quanto privado, no Brasil e no exterior. Fazer uma leitura precisa das demandas prioritárias das cadeias produtivas de agroenergia, associando a isso um mapeamento realista da capacidade de execução da unidade, será fundamental para identificar as melhores oportunidades de parceria e diminuir os riscos decorrentes da ação em um setor tão competitivo como esse", destaca Teixeira.

Para apoiar Manoel Teixeira nessa missão, a Unidade terá como Chefe Adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento, Guy de Capdeville, como Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologia, José Manuel Cabral de Sousa Dias, e como Chefe Adjunto de Administração, Maria do Carmo de Morais Matias. Fundada em 24 de maio de 2006, a Embrapa Agroenergia recebe agora seu segundo Chefe-Geral, contando com uma equipe de 74 funcionários, que deve chegar a 90 em breve, número já autorizado pela Diretoria Executiva.

Segundo Manoel Teixeira, a nova Unidade, que passa agora pela fase de finalização da construção de suas instalações, terá uma chefia comprometida, com background sólido em PD&I e com experiência comprovada em articulação de projetos em nível nacional e internacional. "Vamos continuar fazendo ciência de muito boa qualidade, como sempre fizemos, mas com um viés mais tecnológico e menos acadêmico", diz.

O trabalho do novo Chefe-Geral será norteado por três diretrizes principais: a promoção do desenvolvimento e aproveitamento eficiente do componente humano, a gestão e proteção dos ativos tangíveis e intangíveis do componente estrutural, e a promoção do capital de relacionamento com clientes e parceiros.

Segundo Teixeira, a primeira diretriz consiste em promover ações estratégicas necessárias à construção de um ambiente de gestão participativa, promovendo o comprometimento dos funcionários com o estratégico, o tático e o operacional. Especial atenção será dada ao desenvolvimento dos ativos pessoais. Em relação ao segundo ponto, ele ressalta a conclusão o mais prontamente possível do processo de implantação dos laboratórios, além de colocá-los em funcionamento com instrumentos de gestão que garantam a qualidade do conhecimento e das tecnologias ali geradas, como também a segurança de quem ali trabalhe. Destaque será dado à proteção dos ativos organizacionais, de inovação e de processos, fundamental em uma instituição que busca reconhecida eficácia na geração de conhecimentos e tecnologias, mas que também se preocupa com a efetividade dos seus produtos. E, finalmente, sobre a promoção do capital de relacionamento, o novo Chefe-Geral fala da importância do aperfeiçoamento dos processos de prospecção de demandas, do estabelecimento de parcerias sinérgicas e da ampliação e diversificação de fontes de financiamento para PD&I, Transferência de Tecnologia e Tecnologia da Informação.

"Vamos buscar parcerias sinérgicas e fazer a Unidade cada vez mais focada na solução de problemas demandados pela cadeia produtiva da agroenergia, estabelecendo uma relação dinâmica e próxima com nossos clientes, membros dessa cadeia. Esse é o primeiro passo para realizarmos de forma efetiva nossa missão".

Histórico - Filho de Brasília, onde nasceu, cresceu e realizou seus estudos até a graduação, Teixeira atua na área de Genética, genômica e biotecnologia, e tem experiência reconhecida de 12 anos na área de gestão de projetos de PD&I, trazendo também na bagagem uma experiência de quatro anos como pesquisador na Embrapa Labex Europa. Há 21 anos na Embrapa, o novo Chefe-Geral se mostra pronto para contribuir em um nível diferente na Empresa: chefiando uma de suas mais novas unidades.

Manoel Teixeira é formado em Engenharia Agronômica pela Universidade de Brasília (UnB), tem mestrado em Agronomia, na área de Genética e Melhoramentos de Plantas, pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) e doutorado em Fitopatologia (área majoritária) e Biologia Molecular de Plantas (área minoritária), pela Cornell University.

Assuntos do Momento

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia
30 de Junho de 2022
Energia Limpa

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia

Macaé converte o gás metano, tóxico para a atmosfera, em energia limpa. Inauguração da usina faz parte do Mês do Meio Ambiente

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia
04 de Julho de 2022
Autossuficiência

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia

Geração de energia por esse tipo de recurso, que pode ser obtida por diferentes matérias-primas, conta com financiamento garantido pelo Banco da Amazônia, podendo atender empresas e comunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros
04 de Julho de 2022
Oportunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros

Há chances para estudantes de diversas áreas interessados nos Programas de Estágio ou Jovem Aprendiz da empresa

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis
04 de Julho de 2022
Solar

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis

Facilidades de financiamento a partir de bancos e cooperativas são vantagens estratégicas que ampliam potencial de crescimento

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco
04 de Julho de 2022
Eólica

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco

O novo empreendimento de energia eólica na região de Pernambuco contará com 19 turbinas V150-4,5MW que a Vestas fornecerá e instalará na região

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035
30 de Junho de 2022
Carbono Neutro

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035

A proposta da Comissão Europeia deve contribuir para alcançar os objetivos climáticos do continente, em particular a neutralidade carbônica no horizonte de 2050

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade