Guia Gessulli
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Energia

Curitiba está entre as regiões metropolitanas com maior potencial de geração de energia através do seu lixo urbano

Levantamento foi realizado no país pela Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos - ABREN

Redação
06-Mai-2021 09:20

A cidade de Curitiba aparece num levantamento realizado pela ABREN-Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos entre as capitais com maior potencial de geração de energia do seu lixo urbano.

De acordo com o último senso de 2019, Curitiba tem perto de 2 milhões de habitantes. Cada habitante gera por dia uma média de 730 gramas de lixo. Isso significa que a cidade produz quase 1.500 toneladas de lixo por dia e perto de 515.470 toneladas por ano.

A cidade tem com esse volume um custo ambiental de quase 39 milhões de reais por ano com a saúde pública.

Esses números apontados no levantamento da ABREN mostram que Curitiba é uma cidade com capacidade para receber a instalação de 2 plantas geradoras de energia com a transformação desses resíduos.

Essas plantas juntas poderiam gerar mais de 34 MW de potência instalada, totalizando a produção de mais de 274 mil de MWh/Ano de energia elétrica. A cidade contaria ainda com investimentos de R$ 552 milhões por planta e a geração de 400 empregos diretos nas obras.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade