AveSui
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Bioenergia

Crescem os investimentos do setor agropecuário em energia solar

Aportes começaram a ganhar mais força desde o ano passado

Redação com informações de Valor
18-Ago-2021 13:39 - Atualizado em 18/08/2021 13:51

Os investimentos do setor agropecuário em energia solar no país, que somaram R$ 1,26 bilhão entre 2013 e 2019, ganharam tração e chegaram a R$ 1,67 bilhão apenas em 2020. O levantamento, da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), mostra, ainda, que no primeiro semestre deste ano o montante superou R$ 1,1 bilhão, alçando o total já aplicado a R$ 4,04 bilhões.

Nas contas da Absolar, de 2012 ao fim de julho deste ano os investimentos em energia solar no Brasil atingiram R$ 32,21 bilhões, incluindo todos os setores. A participação do agro, assim, representou 12,5% do total no período. Em potência gerada, o agro representa 13,3% atualmente, com 839 megawatts (MW) dos 6.310 MW totais.

Atraso

Segundo o presidente da Absolar, Rodrigo Sauaia, diversos fatores contribuíram para o forte crescimento da energia solar no campo desde o ano passado, mas o principal deles é o fato de que o Brasil ainda está muito atrasado nessa frente. Ele afirma que o produtor rural tem “despertado” para a economia que essa tecnologia pode representar, e para a previsibilidade de custos que ela oferece. O executivo lembra que energia solar pode ser usada desde a irrigação das lavouras até a refrigeração do leite, entre muitas outras finalidades.

Segundo ele, a tecnologia também pode ajudar o agronegócio a atender à demanda dos consumidores por produtos mais sustentáveis.

Por fim, o presidente da Absolar realça que os investimentos também vêm aumentando com a abertura de novas linhas de crédito dentro do Plano Safra. Nesta temporada 2021/22, a linha de Agricultura de Baixo Carbono (ABC) conta com recursos para investimento em energia solar, bem como o Inovagro, o Prodecoop (médios produtores) e o Pronaf (agricultura familiar). E também há linhas disponíveis em bancos públicos e privados e em cooperativas.

Assuntos do Momento

Maior produtor do país na área, RN vai estocar energia eólica
24 de Setembro de 2021
Bioenergia

Maior produtor do país na área, RN vai estocar energia eólica

Empresa EV Brasil assinou protocolo com governo do estado para instalar primeiro projeto do tipo no país, nesta terça-feira (21). Investimento inicial é de R$ 12,5 milhões.

Na ONU, Bolsonaro destaca compromisso com transição energética e matriz brasileira
24 de Setembro de 2021
Compromisso

Na ONU, Bolsonaro destaca compromisso com transição energética e matriz brasileira

Presidente citou compromisso com dois pactos, um para reduzir emissões de carbono e outro para financiar o setor de hidrogênio, e disse que país é destaque na implementação de soluções energéticas sustentáveis

Alta do gás pode abalar transição verde na UE
23 de Setembro de 2021
Meio Ambiente

Alta do gás pode abalar transição verde na UE

Há o temor de que a crise energética tenha impacto sobre a crença no investimento em fontes mais limpas

Água da louça para regar plantação: ciência dá alternativas para agricultura sobreviver com seca e crise hídrica
24 de Setembro de 2021
Alternativa

Água da louça para regar plantação: ciência dá alternativas para agricultura sobreviver com seca e crise hídrica

Bioágua é feita a partir da filtragem das chamadas águas cinzas. Combinação entre diferentes fontes é a solução para pesquisadores, que também apostam no uso da água subterrânea.

BRF conquista certificado de Zero Waste para fábrica de perus na Turquia
24 de Setembro de 2021
Certificado

BRF conquista certificado de Zero Waste para fábrica de perus na Turquia

Documento atesta conformidade da Companhia ao Regulamento turco de Resíduos Zero

Alemanha deve acabar com uso de óleo de palma em biocombustíveis a partir de 2023
24 de Setembro de 2021
Biocombustível

Alemanha deve acabar com uso de óleo de palma em biocombustíveis a partir de 2023

Matéria-prima foi classificada pelo bloco como fator que resulta em desmatamento excessivo e não pode mais ser considerada um combustível renovável para transporte.

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade