AveSui
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Aquisição

Copel conclui aquisição do Complexo Eólico Vilas no RN

O empreendimento tem 186,7 MW de capacidade instalada e está localizado no município de Serra do Mel

Redação
03-Dez-2021 15:02

A Copel concluiu, nesta terça-feira (30), a aquisição do Complexo Eólico Vilas, no valor de R$ 1,086 bilhão. O empreendimento tem 186,7 MW de capacidade instalada e está localizado no município de Serra do Mel (RN), em uma das melhores regiões do mundo para a geração de energia eólica. Com mais este complexo, a Copel passa a ter 920,22 MW de capacidade geradora em usinas eólicas naquele Estado.

A transação havia sido iniciada em maio deste ano e estava condicionada à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), de credores e outros requisitos contratuais, incluindo a operação comercial de todos os parques antes do fechamento do negócio. Com todas as condições atendidas, os diretores da Copel Geração e Transmissão, Moacir Carlos Bertol e Carlos Frederico Pontual, assinaram os livros societários das empresas que compõem o Complexo Vilas.

O Complexo é formado por cinco parques eólicos, com 55 aerogeradores instalados em localidades onde o regime de ventos favorece a geração durante o dia – o que é uma vantagem estratégica, pois, nesse período o preço horário da energia tende a ser maior, aumentando o potencial de ganho do projeto.

Parte da energia do empreendimento já foi comercializada no ambiente de contratação regulada (ACR) com início do suprimento previsto para 2023 e 2024. Até lá, essa energia será comercializada no ambiente de contratação livre (ACL). Além disso, até 2030, cerca de 51% da energia certificada (P50) também está contratada no ACL, restando em torno de 13% da energia disponível para novos contratos. Com isso, os resultados da operação do Complexo serão consolidados nas demonstrações financeiras da Companhia a partir do mês de dezembro de 2021.

A Copel vem, desde 2015, ampliando a presença no segmento eólico com projetos no Rio Grande do Norte. A empresa já opera no Estado os Complexos Cutia (180,6 MW), Bento Miguel (132,3 MW), Brisa Potiguar (183,6 MW) e São Bento (94 MW) e tem 49% de participação no empreendimento São Miguel do Gostoso I (108 MW). Além disso, está em fase de instalação o Complexo Jandaíra (90,1 MW), com início de operação previsto para 2022.

Assuntos do Momento

Fontes solar e eólica terão mais espaço na geração de energia do Brasil
25 de Janeiro de 2022
Fonte Renovável

Fontes solar e eólica terão mais espaço na geração de energia do Brasil

As informações constam na minuta do Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE) 2031, que foi colocada em consulta pública nesta segunda-feira (24/01).

Sicredi faz emissão de Green Bond subordinado de USD 100 mi para financiar projetos de energia renovável
26 de Janeiro de 2022
Green Bond

Sicredi faz emissão de Green Bond subordinado de USD 100 mi para financiar projetos de energia renovável

A emissão feita junto ao BID Invest, membro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), foi no valor de USD 100 milhões

Mudanças no processo de geração de energia causam "inflação verde", que pode se estender por anos
26 de Janeiro de 2022
Transição

Mudanças no processo de geração de energia causam "inflação verde", que pode se estender por anos

Carla Argenta explicou que estamos em meio à transição energética e que processo não é simples

Assinantes de energia solar adotam dispositivo de inteligência artificial para evitar desperdício e reduzir consumo
24 de Janeiro de 2022
Tecnologia

Assinantes de energia solar adotam dispositivo de inteligência artificial para evitar desperdício e reduzir consumo

Tecnologia já é utilizada em várias residências e empresas do Interior de SP e ajuda a reduzir em cerca de 15% consumo de eletricidade

Ministro do MCTI conhece projeto de fábrica brasileira de placas solares
27 de Janeiro de 2022
Investimento

Ministro do MCTI conhece projeto de fábrica brasileira de placas solares

Em audiência, representantes de empresa apresentaram projeto de produção de módulos fotovoltaicos no país, que pode contar com apoio do PADIS

UEMS/Mundo Novo tem projeto de R$ 674 mil aprovado no edital MS Carbono Neutro
24 de Janeiro de 2022
Biometano

UEMS/Mundo Novo tem projeto de R$ 674 mil aprovado no edital MS Carbono Neutro

O projeto, que será coordenado pelo professor Dr. Leandro Fleck, obteve nota final de 9,70 e garantiu a maior pontuação dentre todas as propostas aprovadas, além disso teve o segundo maior recurso financeiro obtido

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade