Guia Gessulli
30-Nov-2018 14:59
Bioenergia

Complexo Solar Apodi entra em operação comercial

Cerca de 170.000 lares no Brasil são abastecidos por energia elétrica proveniente do Complexo Solar Apodi, no Ceará.

O complexo de Apodi, localizado na cidade de Quixeré, estado do Ceará no Brasil, entrou em operação comercial. O empreendimento mantém um contrato de compra de energia de 20 anos com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. O complexo deve fornecer cerca de 340.000 MWh de eletricidade por ano, o que deve abastecer mais de 170.000 lares.

 “Esse é um marco estratégico para a Equinor. Com o complexo em operação e através de nossa parceria com a Scatec Solar, estamos complementando o portfolio da Equinor com energia solar. O complexo de Apodi soma à nossa carteira no Brasil, país considerado estratégico para a empresa. Isso também mostra que estamos bem adiantados na nossa jornada para nos tornarmos uma empresa de energia integrada, transformado recursos naturais em energia para as pessoas e trazendo progresso para a sociedade”, diz Pål Eitrheim, vice-presidente executivo de Novas soluções Energéticas na Equinor.

“Nós conseguimos implantar com sucesso o nosso primeiro complexo de energia solar no Brasil e estamos mais uma vez confirmando a nossa forte trajetória enquanto produtor independente de energia solar. Nós vemos um grande potencial de crescimento no Brasil e em outras partes da América Latina, e em breve começaremos a construir um novo complexo solar com capacidade 117 MW na Argentina, em parceria com a Equinor”, diz Raymond Carlsen, CEO da Scatec Solar. 

A energia limpa produzida pelo complexo solar de Apodi é responsável pela redução de 200.000 toneladas de CO2 por ano.

Em outubro de 2017, a Scatec Solar estabeleceu uma Joint Venture 50/50 com a Equinor para construir, deter e operar complexos solares de grande porte no Brasil. A Joint Venture será responsável pela operação, manutenção e gestão de ativos do complexo.

A Scatec Solar detém 43,75% do Complexo Solar Apodi e a Equinor possui outros 43,75%. Os 12,5% restantes pertencem à Apodi Participações, formada pelas empresas brasileiras Z2 Power, Pacto Energia e Kroma Energia.

 

Redação
Deixe seu Recado