AveSui
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Sustentabilidade

BRF assume compromisso global para zerar emissões de gases de efeito estufa até 2040

Companhia reforça comprometimento com agenda sustentável de suas operações e na cadeia produtiva e adere à Science Based Targets initiative (SBTi) para validação de suas metas

Redação
30-Jun-2021 15:45 - Atualizado em 30/06/2021 16:03

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, assume, a partir de hoje, o compromisso em ser Net Zero em emissões de gases de efeito estufa (GEE) até 2040, tanto em suas operações como em sua cadeia produtiva. Serão implementadas ações para reduzir, até 2030, 35% das emissões diretas geradas pelas operações da empresa (Escopo 1) e indiretas originadas pelo consumo de energia elétrica ou térmica (Escopo 2) e 12,3% das emissões indiretas e que não pertencem à Companhia (Escopo 3), além de neutralizar emissões residuais até 2040.  Estas metas foram traçadas tendo como referência as emissões de 2019 e 2020, respectivamente. Com o avanço desta jornada, a BRF aderiu à Science Based Targets (SBTi) por meio da Carta de Ambição para 1,5º C. A SBTi é uma iniciativa global que oferece diretrizes para a construção de metas baseadas em ciência.

O compromisso foi divulgado durante a segunda edição do ESG Fórum, promovido pela BRF, na tarde de hoje. O evento reuniu especialistas renomados do setor, promovendo debates de alto nível. “O fórum foi importante não só pelo teor das discussões, mas também por representar mais um marco na nossa jornada de sustentabilidade. A mudança climática é um desafio global urgente e todos precisam fazer sua parte para reverter esse quadro. Com as novas metas, reforçamos o nosso comprometimento com a agenda ESG, mostrando que é possível seguir com a Visão 2030, estratégia de crescimento da Companhia, e ao mesmo tempo, garantir que nossas ações sejam feitas de forma responsável, inovadora e que impactem positivamente o meio ambiente, a cadeia produtiva e as comunidades em que estamos inseridos”, esclarece Lorival Luz, CEO global da BRF.

A sustentabilidade está na cultura da BRF e norteia sua estratégia de negócios. Ao assumir o compromisso de ser Net Zero até 2040, a Companhia identificou um conjunto de iniciativas em quatro frentes prioritárias para a sua cadeia de valor, que incluem a compra sustentável de grãos, fomento à agricultura de baixo carbono, aumento do uso energia renovável e incremento da eficiência operacional.

Todo processo de compra de grãos passará por novas diretrizes, visando uma cadeia livre de desmatamento. Desta forma, a empresa também não originará grãos do bioma amazônico de propriedades onde tenha sido praticado desmatamento.

A BRF também investirá em fontes de energia renovável, como a eólica e a solar, para que mais de 50% da energia elétrica consumida pela operação seja proveniente de fontes limpas até 2030. Para implementar agricultura de baixo carbono nas cadeias de aves e suínos, a BRF dará escala à utilização de energia solar aos mais de 9,5 mil produtores integrados, bem como em incubatórios e granjas próprias. Outra tecnologia que também terá impacto nas granjas será utilização de biogás para geração de energia.

Nas operações industriais, onde ficam estabelecidas as atividades de manufatura, a empresa utilizará novas tecnologias para o tratamento eficaz de efluentes e resíduos, a fim de reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Na área de logística, recentemente, a BRF anunciou a construção de um novo centro de distribuição (CD) no Espírito Santo, que ocupará uma área de 13 mil metros quadrados e será o mais sustentável de suas operações, contando com painéis solares com capacidade para gerar até 1,5 megawatts de energia. Além da geração solar, a nova instalação terá reaproveitamento de água, inovações na geração de frio e veículos com zero emissão de gás carbônico. Esse conceito de CD sustentável vai nortear melhorias nas instalações atuais e será um modelo para a construção de novas estruturas, aliada ao fomento de eficiência logística em transportes e do uso de combustíveis alternativos. 

Inovação e sustentabilidade têm grande sinergia para encontrar novas soluções para grandes desafios. A partir dessa combinação, ainda em 2021, a BRF irá implementar uma linha de produto neutro em carbono.

“Nossas ambições refletem a responsabilidade em preservar o meio ambiente, ser ecoeficiente e inovar para obtermos soluções sustentáveis para desafios globais. Dentre as nossas principais iniciativas, podemos destacar a redução das emissões de gases de efeito estufa como um dos aspectos mais relevantes na agenda ESG da Companhia”, afirma Grazielle Parenti, vice-presidente global de Relações Institucionais e Sustentabilidade da BRF. “O compromisso em ser Net Zero até 2040 reforça nossa seriedade e engajamento de toda nossa cadeia produtiva para nos tornarmos referência dentro da agenda climática no Brasil e no mundo”, finaliza.

Jornada sustentável da BRF

A Companhia já implementou uma série de iniciativas sustentáveis em suas operações. Atualmente, cerca de 90% do consumo de energia elétrica em nível global já são provenientes de fontes renováveis. Em 2020, aproximadamente 3% dessa energia vinham de fontes não somente renováveis, mas também limpas. Até o final deste ano, a expectativa é que 25% da energia consumida sejam geradas por fontes limpas.

Em outra frente de atuação, a BRF deu início à implementação de testes com carros elétricos em sua frota comercial, o que reduz significativamente a emissão de gases de efeito estufa e foi a primeira empresa brasileira, em parceria com a Aleph Farms, a desenvolver carne cultivada até 2024, que contribui para a produção de alimentos mais sustentáveis e amplia o leque de escolhas dos consumidores.

Com foco em seus produtores, já firmou um convênio em parceria com o Banco do Brasil, que disponibilizará R$ 200 milhões em limites de crédito para financiar investimentos na instalação de painéis de energia solar nas granjas dos integrados. A expectativa é de chegar 700 granjas até o próximo ano.

Como membro fundador do Programa Brasileiro GHG Protocol e com o Inventário de GEE Selo Ouro concedido pela iniciativa, a Companhia segue há mais de 10 anos sua metodologia para o cálculo do inventário anual de gases de efeito estufa. O comprometimento com a transparência de relato das emissões e a busca por uma economia de baixo carbono rendeu à BRF a inclusão no Índice de Carbono Eficiente (ICO2) da B3. Ainda em sintonia com sua estratégia de sustentabilidade e com a redução dos impactos potenciais da questão climática sobre o negócio, a empresa vem buscando aumentar a eficiência no uso de recursos naturais e no controle de emissões da cadeia produtiva.

Assuntos do Momento

Maior produtor do país na área, RN vai estocar energia eólica
24 de Setembro de 2021
Bioenergia

Maior produtor do país na área, RN vai estocar energia eólica

Empresa EV Brasil assinou protocolo com governo do estado para instalar primeiro projeto do tipo no país, nesta terça-feira (21). Investimento inicial é de R$ 12,5 milhões.

Na ONU, Bolsonaro destaca compromisso com transição energética e matriz brasileira
24 de Setembro de 2021
Compromisso

Na ONU, Bolsonaro destaca compromisso com transição energética e matriz brasileira

Presidente citou compromisso com dois pactos, um para reduzir emissões de carbono e outro para financiar o setor de hidrogênio, e disse que país é destaque na implementação de soluções energéticas sustentáveis

Alta do gás pode abalar transição verde na UE
23 de Setembro de 2021
Meio Ambiente

Alta do gás pode abalar transição verde na UE

Há o temor de que a crise energética tenha impacto sobre a crença no investimento em fontes mais limpas

Água da louça para regar plantação: ciência dá alternativas para agricultura sobreviver com seca e crise hídrica
24 de Setembro de 2021
Alternativa

Água da louça para regar plantação: ciência dá alternativas para agricultura sobreviver com seca e crise hídrica

Bioágua é feita a partir da filtragem das chamadas águas cinzas. Combinação entre diferentes fontes é a solução para pesquisadores, que também apostam no uso da água subterrânea.

BRF conquista certificado de Zero Waste para fábrica de perus na Turquia
24 de Setembro de 2021
Certificado

BRF conquista certificado de Zero Waste para fábrica de perus na Turquia

Documento atesta conformidade da Companhia ao Regulamento turco de Resíduos Zero

Alemanha deve acabar com uso de óleo de palma em biocombustíveis a partir de 2023
24 de Setembro de 2021
Biocombustível

Alemanha deve acabar com uso de óleo de palma em biocombustíveis a partir de 2023

Matéria-prima foi classificada pelo bloco como fator que resulta em desmatamento excessivo e não pode mais ser considerada um combustível renovável para transporte.

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade