AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
GAF22

Brasil se posiciona como polo de suprimento de alimentos e energia sustentável

Afirmação foi feita pelo presidente do Conselho do Global Agribusiness Forum (GAF22) e vice-presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), Sergio Bortolozzo

Broadcast agro
25-Jul-2022 15:25

O presidente do Conselho do Global Agribusiness Forum (GAF22) e vice-presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), Sergio Bortolozzo, afirmou que o Brasil se posiciona como um dos polos a ajudar o mundo durante as incertezas quanto à segurança alimentar. "Em momento de insegurança alimentar, o Brasil tem se posicionado a ser um dos polos a ajudar o mundo no suprimento de alimentos e de energia sustentável para parcela significativa da população mundial", disse ele, durante a abertura da quinta edição do GAF - evento realizado por entidades do agronegócio.

Bortolozzo afirmou também que o setor precisa apresentar soluções urgentes contra as gravidades que afligem o planeta. "Nossos recursos naturais não são inesgotáveis. O mundo demanda novas formas de produzir com tecnologia e sustentabilidade", disse.

O presidente da Datagro, Plinio Nastari, saudou a presença do presidente Jair Bolsonaro no evento e de ministros do alto escalão. "Dou parabéns à transformação que o senhor e o seu governo fizeram na infraestrutura que dá apoio ao agro, eliminando gargalos ante intransponíveis", disse Nastari, se referindo ao presidente. Nastari também saudou a "reforma fiscal" feita pelo governo e a consolidação do Renovabio no governo. "Foi por meio do seu governo, da sua diligência e coragem em garantir fertilizantes para o Brasil. Enquanto muitos países sofrem com falta de suprimento de fertilizantes, o Brasil tem garantido fertilizantes para a próxima safra", afirmou Nastari. O presidente da Datagro disse também que as transformações feitas no primeiro governo de Bolsonaro precisam continuar e saudou a "defesa intransigente" do patrimônio territorial feita pelo presidente.

O evento é realizado pela Sociedade Rural Brasileira ( SRB), Associação dos Produtores de Milho do Brasil -(Abramilho), Aliança Internacional do Milho (Maizall), Associação dos Criadores de Gado Zebu (ABCZ), Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), Fórum Nacional Sucroenergético (FNS), União Nacional do Etanol e de Milho (Unem), Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e consultoria Datagro.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade