AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Economia

BNDES aprova R$ 6,5 mi para estudo sobre viabilidade de biocombustíveis no Oeste Africano

Último Instante
07-Mai-2012 13:34 - Atualizado em 20/04/2016 14:43

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai apoiar com R$ 6,5 milhões a realização de um estudo técnico para avaliar a viabilidade da produção de biocombustíveis nos países-membros da União Econômica e Monetária do Oeste Africano (UEMOA). Os trabalhos serão conduzidos pelo consórcio BAIN-MMSO - formado pela consultoria Bain Brasil e o escritório Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados -, que foi selecionado por meio de Chamada Pública realizada pelo BNDES em 2011.

Os recursos, não reembolsáveis, são provenientes do Fundo de Estruturação de Projetos (BNDES FEP) e viabilizarão um levantamento em todo o território de Benim, Burkina Faso, Costa do Marfim, Mali, Níger e Togo, compreendendo condições ambientais, sociais, de mercado, de infraestrutura, de marco regulatório e de estrutura tributária, entre outras, que possam impactar a sustentabilidade e a viabilidade da produção de bioenergia.

A análise levará em consideração, ainda, os resultados de estudos em execução, ou já realizados, em Guiné-Bissau e no Senegal, cobrindo, assim, o território total dos oito países subsaarianos membros da UEMOA, de modo a identificar áreas propícias para o cultivo sustentável das principais matérias-primas utilizadas na produção de bioenergia.

Para as regiões consideradas aptas, deverão ser recomendados modelos de negócio na forma de projetos pioneiros de viabilidade comparada para a produção de etanol, bioeletricidade, biodiesel, biomassa sólida ou ainda para a produção de alimentos.

Além da análise da viabilidade econômica e da avaliação dos impactos socioambientais da produção de biocombustíveis, o estudo financiado pelo BNDES visa a configuração de um instrumento efetivo de atração de investimentos para os países da UEMOA, propiciando oportunidades de negócios para empresas brasileiras exportadoras de máquinas, equipamentos e implementos agrícolas, além de contribuir para o fortalecimento da oferta mundial de etanol.

Histórico - O Brasil e a UEMOA assinaram Memorando de Entendimento na área de biocombustíveis em 2007. Ratificado pelo Congresso Nacional em 2009, o documento propõe o adensamento da cooperação na área de bioenergia. A inserção do BNDES na cooperação no campo de biocombustíveis ganhou força em 2011, quando foi assinado Acordo de Cooperação Técnica com o Ministério das Relações Exteriores para estimular a pesquisa econômica nessa área, mediante a colaboração financeira do Banco. A parceria com a UEMOA é a primeira atividade prevista no acordo.

Assuntos do Momento

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia
30 de Junho de 2022
Energia Limpa

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia

Macaé converte o gás metano, tóxico para a atmosfera, em energia limpa. Inauguração da usina faz parte do Mês do Meio Ambiente

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia
04 de Julho de 2022
Autossuficiência

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia

Geração de energia por esse tipo de recurso, que pode ser obtida por diferentes matérias-primas, conta com financiamento garantido pelo Banco da Amazônia, podendo atender empresas e comunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros
04 de Julho de 2022
Oportunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros

Há chances para estudantes de diversas áreas interessados nos Programas de Estágio ou Jovem Aprendiz da empresa

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis
04 de Julho de 2022
Solar

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis

Facilidades de financiamento a partir de bancos e cooperativas são vantagens estratégicas que ampliam potencial de crescimento

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco
04 de Julho de 2022
Eólica

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco

O novo empreendimento de energia eólica na região de Pernambuco contará com 19 turbinas V150-4,5MW que a Vestas fornecerá e instalará na região

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035
30 de Junho de 2022
Carbono Neutro

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035

A proposta da Comissão Europeia deve contribuir para alcançar os objetivos climáticos do continente, em particular a neutralidade carbônica no horizonte de 2050

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade