AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Bioenergia

Biogás: projeto no Sul entra na 2ª fase

Ambiente Energia
04-Jun-2012 13:52 - Atualizado em 20/04/2016 14:43

A Eletrobras e a Eletrosul preparam o contrato para a realização da segunda fase do projeto Alto Uruguai, que prevê a geração de energia a partir do biogás. A previsão é que sejam instalados dez biodigestores em quatro municípios, que ainda serão escolhidos, na região do Alto Uruguai, que compreende o oeste de Santa Catarina, na fronteira com o Rio Grande do Sul.

De acordo com a Eletrobras, a suinocultura é uma das principais atividades da região e produz grande quantidade de dejetos. Os 35 biodigestores implantados em 29 cidades do sul do país na primeira fase já tratam parte desses dejetos, transformando-os em biofertilizantes e queimando o metano.

Os municípios beneficiados na segunda etapa serão escolhidos segundo o critério de grande concentração de granjas que sejam próximas, o que facilita o transporte do insumo para a minicentral geradora que será instalada. Cada central terá capacidade de até 250 kilowatts, somando 1 MW de capacidade instalada prevista.

"O número de biodigestores poderá ser ainda maior, dependendo dos estudos envolvidos. Nós estimamos que o potencial energético do biogás de toda a região é de até 100 MW", explica Ronaldo dos Santos Custódio, diretor de Engenharia e de Operação da Eletrobras Eletrosul.

Na última segunda-feira, 28 de maio, a Eletrobras e a Eletrosul receberam o Prêmio Brasil de Ação Ambiental na categoria "Eficiência Energética" pela primeira fase do projeto Alto Uruguai. O prêmio foi uma iniciativa da Casa Brasil, em parceria com o Sistema Firjan e o Ministério do Meio Ambiente.

O projeto contou com ações de educação ambiental, incentivos ao uso eficiente da energia, com a assessoria aos municípios para a elaboração de Planos de Gestão Energética (Plamges) e com o atendimento à população rural, pelo programa Luz para Todos. Essas ações também serão estendidas para mais 55 municípios na segunda etapa do projeto.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade