Guia Gessulli
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Negócios

BASF e Siemens Energy cooperarão na área de Gestão de Carbono

Vários projetos-piloto estão em discussão em sua unidade de Ludwigshafen, Alemanha

Redação
22-Fev-2021 08:07 - Atualizado em 22/02/2021 08:51
  • Parceria estratégica para uso industrial de tecnologias de baixo CO2
  • Estudo de projetos concretos para a unidade da BASF em Ludwigshafen, Alemanha
  • Foco na produção de hidrogênio, bombas de calor e melhoria da rede elétrica

Como parte de uma parceria estratégica, a BASF e a Siemens Energy planejam acelerar a implementação comercial de novas tecnologias projetadas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Ao combinar a especialização tecnológica da BASF com o portfólio de produtos e serviços inovadores da Siemens Energy, a BASF tem como objetivo ampliar sua liderança na redução das emissões de CO2 na produção química. Vários projetos-piloto estão em discussão em sua unidade de Ludwigshafen, Alemanha. A sede da BASF é uma das maiores unidades de produção química do mundo.

Possíveis projetos-piloto incluem a construção de um eletrolisador PEM (membrana de troca de prótons) para produção de hidrogênio com uma potência de 50 megawatts e possibilidade de expansões de capacidade modular e a instalação de uma bomba de calor térmica de alta temperatura de 50 megawatts para geração de vapor de processo a partir de calor residual em uma instalação de produção. Além disso, a modernização da rede elétrica na unidade de Ludwigshafen está sendo avaliada, usando produtos digitais e otimizados para CO2 da Siemens Energy. Outro estudo em andamento avalia o potencial para o desenvolvimento de um sistema comum e um conversor catalítico para aumentar a eficiência das usinas de eletrólise (eletrólise PEM) e para a colaboração na geração de eletricidade a partir da energia eólica.

AveSui2021_dentro

Para o CEO da Siemens Energy AG, Dr. Christian Bruch, “a BASF está em uma posição de liderança na indústria química e é pioneira na área de inovação para a produção química compatível com o clima. Várias tecnologias futuras ainda estão em um estágio inicial de desenvolvimento. Ao unir forças com a BASF, queremos explorar a experiência adquirida em projetos-piloto como base para a implementação de tecnologias e conceitos novos e, assim, exercer um papel ativo modelando a transição energética na indústria de processos. Nosso objetivo estratégico, no nosso papel de parceiro confiável e experiente para todos os tipos de sistemas de energia, é ajudar a atender à crescente demanda por bens e serviços e ao mesmo tempo contribuir para alcançar as metas de proteção climática no nosso caminho para um mundo mais sustentável."

O presidente da Junta Diretiva da BASF SE, Dr. Martin Brudermüller, afirmou que “nessa colaboração com a Siemens Energy, podemos nos beneficiar da especialização de um parceiro de alto nível para a implementação da nossa gestão de carbono, com o qual podemos realizar projetos em escala comercial. Na BASF, queremos desenvolver e implementar novas tecnologias de baixo CO2 o mais rápido possível. Se quisermos usar essas tecnologias em grande escala, precisaremos de condições regulatórias adequadas e suporte direcionado. Para isso, precisamos de eletricidade renovável em grandes quantidades e a preços competitivos.”

A BASF tem buscado reduzir ainda mais as emissões de gases de efeito estufa no âmbito da sua Gestão de Carbono desde 2018. Até o ano de 2030, a BASF tem como objetivo fazer com que o nível absoluto de emissões não ultrapasse o de 2018. Com um aumento substancial planejado dos volumes de produção, isso significa uma redução adicional da intensidade de emissão em cerca de 30% nesse período. Junto com a disponibilidade de tecnologias recém-desenvolvidas e o aumento do uso de energias renováveis, a BASF também visa reduzir ainda mais suas emissões em termos absolutos após o ano 2030. Isso levará a um aumento significativo na demanda da BASF por eletricidade de fontes renováveis.

AveSui2021_dentro

A BASF e a Siemens Energy assinaram um memorando de entendimento para sua parceria estratégica, que terá como foco principal apoiar a empresa química na concretização de suas ambiciosas metas climáticas. Para a Siemens Energy, a parceria representa mais um passo importante em direção às suas metas estratégicas, que são a geração de eletricidade e calor com baixa emissão ou livre de emissões, transmissão e armazenamento de eletricidade, menor pegada de carbono e menor consumo de energia também em processos industriais, bem como apoiar a economia de hidrogênio sustentável.

A BASF e a Siemens Energy buscarão estudar os projetos-piloto identificados para viabilidade técnica e comercial o mais rápido possível, a fim de poder quantificar de forma confiável os investimentos necessários e lançar a implementação dos projetos-piloto no âmbito das condições vigentes atualmente.

Assuntos do Momento

Eólica inicia ano liderando expansão do setor elétrico
22 de Fevereiro de 2021
Energia Limpa

Eólica inicia ano liderando expansão do setor elétrico

Geração por meio dos ventos soma 155 MW de um total de 191 MW no acumulado dos primeiros 45 dias de 2021

Com investimentos em energias alternativas, Brasil pode reduzir em 28 toneladas a emissão de CO² até 2025
22 de Fevereiro de 2021
Energia alternativa

Com investimentos em energias alternativas, Brasil pode reduzir em 28 toneladas a emissão de CO² até 2025

World Economic Forum e Accenture ouviram mais de 25 empresas de serviços públicos globais e trazem análise específica para o País

AveSui2021_dentro
ENGIE ultrapassa 1 GW em eólica com início da operação comercial do Conjunto Eólico Campo Largo 2
24 de Fevereiro de 2021
Eólica

ENGIE ultrapassa 1 GW em eólica com início da operação comercial do Conjunto Eólico Campo Largo 2

A unidade é formada por 86 aerogeradores e possui capacidade instalada de 361,2 MW

Projeto prevê a instalação de 15 usinas solares em Minas Gerais
25 de Fevereiro de 2021
Investimento

Projeto prevê a instalação de 15 usinas solares em Minas Gerais

Startup capixaba CleanClic, plataforma de compensação de energia renovável, integra um projeto de R$ 110 milhões para a construção de 15 usinas fotovoltaicas compartilhadas e uma central hidrelétrica no Norte do Estado.

Energia solar: novo sistema dispensa conexão com a rede elétrica
22 de Fevereiro de 2021
Inovação

Energia solar: novo sistema dispensa conexão com a rede elétrica

A tecnologia contém uma bateria de lítio para armazenar energia solar nos períodos em que não há geração de eletricidade
 

Embrapa realiza webinar sobre o uso de animais mortos  para produção de biogás
25 de Fevereiro de 2021
Biocombustível

Embrapa realiza webinar sobre o uso de animais mortos para produção de biogás

A realização do webinar é da Embrapa Suínos e Aves, com apoio do 3º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano.

Mais assuntos do momento