AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Empresa

Bahia concede benefício fiscal para projeto de biomassa da ERB

Fator Brasil
21-Nov-2011 08:30 - Atualizado em 20/04/2016 14:42

O projeto da ERB - Energias Renováveis do Brasil, empresa especializada na geração de energia a partir de biomassa, localizado no parque industrial da Dow Brasil, em Candeias, região metropolitana de Salvador, acaba de ser habilitado ao Programa de Desenvolvimento Industrial e de Integração Econômica do Estado da Bahia (Desenvolve). O incentivo busca complementar e diversificar a matriz industrial e agroindustrial da região.

Atualmente, a companhia é responsável pelo investimento, instalação e operação de uma unidade de cogeração que utilizará eucalipto de reflorestamento como matéria-prima no fornecimento de vapor ao parque industrial da Dow Brasil. A meta da ERB é substituir 200 mil m3 de gás natural por dia, reduzindo as emissões de CO2. "A unidade de cogeração terá capacidade para produção anual de 1,08 milhão de toneladas de vapor industrial e 108 mil megawats hora de energia elétrica", completa Paulo Vasconcellos, diretor executivo da ERB.

Em julho, por meio de um protocolo de intenções, firmado com o Estado da Bahia, a empresa se comprometeu a estimular a economia local por meio da viabilização do projeto e geração de postos de trabalho. Em contrapartida, o Estado oferecerá apoio institucional e benefícios fiscais relativos ao ICMS.

"Acreditamos no potencial da Bahia e contamos com o apoio do governo do Estado e das Secretarias da Fazenda (SEFAZ) e da Indústria, Comércio e Mineração (SICM), que nos motivam a expandir ainda mais nossa presença na região. Além do benefício ser essencial para a viabilização de iniciativas como a da ERB, ainda atrai investimentos e potencializa a Bahia no cenário de negócios. Todos esses fatores nos estimulam em investir cada vez mais no Estado. Inclusive, já estamos em processo de negociação com novos clientes e esperamos anunciar essas parcerias no início de 2012", finaliza o executivo.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade