AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Meio Ambiente

Aquecimento global traz aumento de tempestades e impacta no setor elétrico

Estudo feito pelo Elat/Inpe mostra que temporais severos trazem interrupções no fornecimento e quedas de torres

Canal Energia
29-Set-2017 15:36

Um estudo recente elaborado pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais identificou na última década um aumento das tempestades severas no Brasil em decorrência do aquecimento global. Para o setor elétrico, de acordo com a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica, o fenômeno representa maior incidência de interrupções de energia, já que 80% das ocorrências que provocam interrupções acontecem exatamente no período das tempestades.

Apesar do setor elétrico ter acesso a novas ferramentas para gerenciar o atendimento com mais agilidade, o tempo de espera sem energia tem ficado quase estagnado nos últimos 10 anos – em torno de 17 horas por ano – devido ao aumento das tempestades severas. De acordo com Nelson Leite, presidente da Abradee, o grande problema é a magnitude dessas interrupções, porque em uma interrupção com causa passageira a rede pode ser religada logo em seguida, mas ocorrências que envolvem queda de árvore, ruptura de cabos ou queima de transformadores, exigem equipes reforçadas e um tempo de restauração da energia muito mais prolongado.

De acordo com dados da associação, 70% dos desligamentos de linhas de transmissão e 40% dos desligamentos de redes de distribuição no país são provocados por descargas atmosféricas, e cerca de 40% dos transformadores que queimam nas redes de distribuição são devido à incidência de raios.

No mesmo período, o setor elétrico registrou aumento expressivo da média de torres derrubadas pela ação do vento. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Transmissão de Energia Elétrica, entre 2006 e 2012, caíram 35 torres por ano, já entre 2013 e 2016, esse número aumentou para 55 torres por ano, totalizando a queda de 406 torres de alta tensão em eventos severos, o que segundo o presidente da Abrate, Mario Miranda, requer melhorias constantes na infraestrutura do sistema de transmissão de energia.

Para o Elat, o aumento das tempestades tem sido mais expressivo, especialmente, em diversas cidades do sudeste do país, que registraram um número maior de raios em relação aos registros da década anterior, em função dos impactos do aquecimento global somados ao efeito regional das ilhas de calor e urbanização. Eventos analisados indicam que as tempestades nas regiões urbanas estão se tornando mais fortes, a exemplo, cidades de médio porte, como São José dos Campos, no estado de São Paulo, registraram diversas tempestades com mais de mil raios, nunca observadas anteriormente. Cidades de grande porte, como Rio de Janeiro e São Paulo, por sua vez, passaram a registrar tempestades com mais de dois mil raios, nunca antes observadas.

Assuntos do Momento

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia
30 de Junho de 2022
Energia Limpa

Usina de biogás em Macaé transforma lixo em energia

Macaé converte o gás metano, tóxico para a atmosfera, em energia limpa. Inauguração da usina faz parte do Mês do Meio Ambiente

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia
04 de Julho de 2022
Autossuficiência

Biogás pode ser a solução energética limpa e adequada para a Amazônia

Geração de energia por esse tipo de recurso, que pode ser obtida por diferentes matérias-primas, conta com financiamento garantido pelo Banco da Amazônia, podendo atender empresas e comunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros
04 de Julho de 2022
Oportunidades

Bunge Bioenergia abre processo seletivo em cinco estados brasileiros

Há chances para estudantes de diversas áreas interessados nos Programas de Estágio ou Jovem Aprendiz da empresa

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis
04 de Julho de 2022
Solar

Energia solar é um dos mercados mais promissores entre as energias renováveis

Facilidades de financiamento a partir de bancos e cooperativas são vantagens estratégicas que ampliam potencial de crescimento

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco
04 de Julho de 2022
Eólica

Vestas fornecerá turbinas eólicas para novo parque eólico em Pernambuco

O novo empreendimento de energia eólica na região de Pernambuco contará com 19 turbinas V150-4,5MW que a Vestas fornecerá e instalará na região

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035
30 de Junho de 2022
Carbono Neutro

Países da União Europeia concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035

A proposta da Comissão Europeia deve contribuir para alcançar os objetivos climáticos do continente, em particular a neutralidade carbônica no horizonte de 2050

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade