Guia Gessulli
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Investimento

Almejando produzir 100 mil veículos por ano, chinesa Great Wall Motors diversifica seu portfólio e afirma que fabricará elétricos e híbridos no mercado brasileiro

A Great Wall Motors se prepara para sua estreia no mercado brasileiro e afirmou de antemão que não será com picapes, e sim com carros elétricos e híbridos

Redação com informações de Click Petróleo e Gás
29-Out-2021 14:30 - Atualizado em 29/10/2021 14:48

A Great Wall Motors (GWM) já montou sua estratégia para entrar no mercado brasileiro e não será com nenhuma picape, como está sendo divulgado nas redes sociais, mas sim com carros elétricos e híbridos. O plano da montadora da China por aqui terá início após a transferência formal da unidade de Iracemápolis, situada no interior de São Paulo, que acontecerá entre os dias 13 e 17 de dezembro.

Iracemápolis receberá investimentos de R$ 4 bilhões com a estimativa de produzir 100 mil veículos por ano

O diretor de relações governamentais e externas da Great Wall Motors, Pedro Betancourt, afirmou que a empresa terá carros híbridos e carros elétricos já no início das suas operações em território nacional.

O executivo deu ênfase que haverá nacionalização no portfólio da empresa. Betancourt explica que a estratégia global da Great Wall Motors tem como base a inovação constante e no mercado nacional não será diferente. Sendo assim, a empresa não terá produtos “tropicalizados”, que são voltados apenas ao Brasil.

A GWM ofertará o que há de melhor no exterior, por isso é natural que haja carros elétricos e carros híbridos por aqui. Com parte desse portfólio de híbridos e elétricos sendo produzidos em Iracemápolis, que receberá investimentos no valor de R$ 4 bilhões para aumentar sua produção para até 100 mil carros por ano, a Great Wall Motors pretende chegar com o pé direito no mercado brasileiro, incomodando a concorrência.

Produção de carros elétricos e híbridos se iniciarão em meados de 2023

No mercado brasileiro, os modelos da Great Wall Motors chegam já no primeiro semestre do próximo ano sendo importados, entretanto a produção própria deve começar apenas no início de 2023. Um detalhe interessante é a declaração de Betancourt em relação à velocidade em que a empresa gostaria de chegar no país.

O executivo afirmou que ao adquirir a fábrica da Mercedes Benz, a empresa comprou apenas ativos fixos e não licenças de funcionamento, habilitações já existentes e sistemas de faturamento. Sendo assim, será necessário começar do zero para conseguir tudo isso.

O Betancourt afirma que já enfrentou muita burocracia, pois às vezes algumas coisas simplesmente não “andam”. Sendo assim, ficou claro que a Great Wall Motors, desejava comprar uma marca já estabelecida no Brasil, com tudo operacional.

Saiba quais modelos de elétricos e híbridos chegarão no Brasil

Betancourt não confirmou nenhum detalhe em especifico sobre os modelos, entretanto é possível ter uma base. A GWM registrou patentes de alguns produtos no país, mas em sua gama global, poderá entrar com os modelos elétricos da ORA, principalmente com destaque para o R1, R2, R3.

Outro elétrico que chamaria atenções por aqui seria o Punk Cat, que lembra um pouco um fusca moderno. Já se tratando de carros híbridos, o Wey Macchiato também foi registrado e poderia vir com a marca Haval, assim como o H6, outro possível concorrente no mercado nacional.

Mesmo com um portfólio grande e quatro marcas, a GWM só tem um empasse: definir o que será melhor aos consumidores brasileiros, tendo em vista que há inúmeras possibilidades.  

Assuntos do Momento

Fontes solar e eólica terão mais espaço na geração de energia do Brasil
25 de Janeiro de 2022
Fonte Renovável

Fontes solar e eólica terão mais espaço na geração de energia do Brasil

As informações constam na minuta do Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE) 2031, que foi colocada em consulta pública nesta segunda-feira (24/01).

UEMS/Mundo Novo tem projeto de R$ 674 mil aprovado no edital MS Carbono Neutro
24 de Janeiro de 2022
Biometano

UEMS/Mundo Novo tem projeto de R$ 674 mil aprovado no edital MS Carbono Neutro

O projeto, que será coordenado pelo professor Dr. Leandro Fleck, obteve nota final de 9,70 e garantiu a maior pontuação dentre todas as propostas aprovadas, além disso teve o segundo maior recurso financeiro obtido

Veja quais são os tipos de energia renovável usados no Brasil
20 de Janeiro de 2022
Brasil

Veja quais são os tipos de energia renovável usados no Brasil

Uso de energias como a solar e a eólica ganharam forçam em meio ao combate às mudanças climáticas

USDA lança programa piloto para implantar infraestrutura de energia renovável para pessoas em cidades rurais
19 de Janeiro de 2022
EUA

USDA lança programa piloto para implantar infraestrutura de energia renovável para pessoas em cidades rurais

O financiamento ajudará as pessoas em comunidades rurais particularmente carentes a reduzir os custos de energia, aumentar a resiliência energética e enfrentar as mudanças climáticas

Assinantes de energia solar adotam dispositivo de inteligência artificial para evitar desperdício e reduzir consumo
24 de Janeiro de 2022
Tecnologia

Assinantes de energia solar adotam dispositivo de inteligência artificial para evitar desperdício e reduzir consumo

Tecnologia já é utilizada em várias residências e empresas do Interior de SP e ajuda a reduzir em cerca de 15% consumo de eletricidade

Gás Natural catarinense tem crescimento recorde em 2021
24 de Janeiro de 2022
Biocombustível

Gás Natural catarinense tem crescimento recorde em 2021

Ao todo, Santa Catarina concentra 18.634 clientes diretos, entre indústrias, unidades residenciais, estabelecimentos comerciais e postos de combustíveis, além dos 112.353 usuários de GNV (Gás Natural Veicular)

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade