AveSui2021
AveSui Biocombustível Bioenergia Biomassa América Latina Comentário B&B Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Geral Insumos Meio Ambiente Pesquisa e Desenvolvimento Sustentabilidade Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Inovação

Agência de Energia do Interior desenvolve sistema para gestão de biomassa florestal

Em nota, esta agência explica que o projeto pretende promover a gestão florestal conjunta para reduzir o risco de incêndio florestal

Greensavers
18-Mar-2021 08:38

Agência Regional de Energia e Ambiente do Interior desenvolveu um sistema de informação geográfica que visa a identificação e gestão da biomassa florestal na Beira Interior, de modo a reduzir o risco de incêndios no território.

Em nota de imprensa, esta agência que tem sede em Belmonte, distrito de Castelo Branco, explica que o projeto pretende promover a gestão florestal conjunta para reduzir o risco de incêndio florestal no território, sendo cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa Interreg V-A.

Com a denominação “GEFRECON – GEstión FoREstal CONjunta”, este projeto já permitiu desenvolver uma ferramenta SIG [sistema de informação geográfica], que permite “visualizar e analisar informação geoespacial sob a forma de uma base de dados especializada”.

A plataforma permitirá relacionar várias premissas operacionais e territoriais e, desta forma, gerar uma análise da biomassa disponível, criando uma oportunidade acrescida de avaliar os efeitos de gestão da biomassa florestal residual.

“Esta ferramenta SIG identifica a biomassa florestal residual disponível no território e a sua valorização será fundamental na prossecução de um dos objetivos principais do projeto GEFRECON, a diminuição do risco de incêndio, associado à criação de valor para o que muitas vezes é caracterizado de desperdício”, aponta a informação.

A integração e disponibilização do módulo de simulador gestão de biomassa florestal residual permite a previsão da quantidade de biomassa disponível, sendo assim, uma ferramenta importante para controlo e avaliação da sua exploração e disponibilidade, acrescenta.

Tal também permitirá apoiar a definição de estratégias de planeamento da exploração e escoamento da biomassa.

Com o nome ‘gefrecon_SIG’, esta ferramenta também deverá contribuir para reduzir a área ardida e para reduzir a importação de combustíveis fósseis.

A valorização da biomassa florestal residual e o aumento da atratividade pela gestão florestal são outros dos objetivos deste sistema.

Citado na nota de imprensa, o diretor-geral da ENERAREA, Carlos Santos, salienta que está em causa uma “importante ferramenta de gestão da biomassa disponível, considerando a escala geográfica territorial abrangida”.

Este responsável vinca ainda o facto de o sistema permitir estudar os cenários do ponto de vista económico e ambiental.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade