Guia Gessulli
27-Fev-2015 10:06 - Atualizado em 20/04/2016 14:54
Comentário

7º Fórum Nacional do Milho - por Odacir Klein

Estou redigindo este artigo às 11h25min do dia 26 de fevereiro de 2015. Minha intenção era escrever sobre a paralisação dos caminhoneiros e seus reflexos, salientando a importância dos diálogos na busca de soluções.
Não sei, no entanto, o que ocorrerá no dia de hoje relativamente à questão e sempre teremos ocasião de aprofundar o debate sobre o assunto.
Lembro-me bem de que participei de um evento da Associação Brasileira do Agronegócio – Abag -, em meados do ano passado, quando a reivindicação dos representantes do agronegócio presentes era o reestabelecimento de cobrança da CIDE, com vistas a dar competitividade ao etanol na relação com os preços da gasolina. É o célebre conceito de Ortega y Gasset: o homem é ele e suas circunstâncias.
É muito possível que alguns, que naquele momento pediam o retorno da CIDE, agora critiquem o atendimento da reivindicação.
Isto é célebre. Alguns, há pouco mais de dois mil anos, acenavam com ramos saudando o transeunte que passava montado em um burrico e poucos dias após gritavam “solta o Barrabás”.
Não me deterei na análise do assunto. Repito que sempre haverá espaço para retomá-lo e soluções são necessárias.
Estou com minhas atenções voltadas para o 7º Fórum Nacional do Milho. O evento, que está na 7ª edição, é anualmente realizado no Parque de Exposições da Expodireto/Cotrijal, em Não-Me-Toque/RS. Neste ano, ocorrerá no dia 9 de março, às 14 horas, e terá transmissão direta pelo Canal Rural.
O Fórum ocorre em uma parceria entre a Klein & Associados e a Cotrijal, promotora da Expodireto, bem como a Associação dos Produtores de Milho do Rio Grande do Sul – Apromilho/RS - com apoio institucional da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Rio Grande do Sul - FecoAgro/RS.
Estarão presentes na abertura do evento o governador do estado do Rio Grande do Sul, o presidente da Assembleia Legislativa, secretários de estado e, pendente de confirmação, a senhora Kátia Abreu, ministra da Agricultura.
Após a abertura, haverá uma palestra do consultor Carlos Cogo apresentando o quadro geral a respeito das perspectivas de produção e mercado de milho no Brasil e no mundo. Na sequência, o vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Milho – Abramilho – Enori Barbieri apresentará um projeto de desenvolvimento para a cadeia produtiva e ocorrerá, ainda, a apresentação das políticas públicas previstas para o segmento, pelo coordenador geral da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Sávio Rafael Pereira.
Por fim, será aberto espaço para amplo debate entre circunstantes e telespectadores e após o encontro será elaborada uma publicação sobre o Fórum, em formato de revista, trazendo as sugestões e reivindicações apresentadas.

Publicação Exclusiva AI/SI/BB

Odacir Klein

Advogado e profissional da área contábil. É sócio da Klein & Associados e coordenador do Fórum Nacional do Milho.

Deixe seu Recado